Últimas

Policiais civis rejeitam contraproposta do governo e mantém greve

Os policiais civis de Alagoas rejeitaram a contraproposta apresentada pelo Governo do Estado sobre os pontos pleiteados pela categoria que está em greve desde a última terça-feira (27). Depois de uma reunião com o secretário de Segurança Pública, na manhã de hoje (29), a categoria decidiu manter a greve e a ocupação do Porto de Maceió.

O governo pediu que a greve fosse encerrada e que a entrada do Porto fosse desocupada e sugeriu também realizar em agosto a discussão do reajuste do piso salarial dos policiais civis, propondo um aumento de cerca de 15%, o que elevaria os salários dos atuais R$ 3060,00 para 3600,00. No encontro, o secretário de Segurança, Coronel Lima Júnior também apresentou a proposta de pagar até dezembro as progressões salariais e os retroativos.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), Josimar Melo, disse que após o encontro a categoria realizou uma nova assembleia e as propostas apresentadas foram rejeitadas. “Vamos manter a greve e manter o movimento lá no Porto. Continuamos esperando uma nova proposta do Governo”, disse.

Questionado sobre o cumprimento da decisão do juiz da 3ª Vara Cível da Capital, que determinou a reintegração de posse do Porto de Maceió, o presidente do Sindpol disse que a categoria decidiu pela manutenção do acampamento no local.

O Governo do Estado informou por meio de sua assessoria de comunicação que vai manter o diálogo com a categoria. Desde a última terça-feira, quando teve início a greve, o Executivo Estadual divulgou que está com a Mesa de Negociação aberta, mas que considera o reajuste pleiteado inviável diante da situação econômica do estado.

 

 

Por Vanessa Siqueira

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *