Últimas

Por entorse em clássico, volante do Santos vira desfalque na reta final

O volante do Santos Léo Cittadini sequer acompanhou a disputa de pênaltis com o Palmeiras no último domingo. Ele torceu o tornozelo direito ao fim da partida e passou os minutos finais chorando de dor. Nesta segunda-feira foi constatada uma entorse de grau dois que o tira da final do Paulistão e do jogo da Copa do Brasil contra o Santos-AP, na quinta-feira, às 21h45, na Vila Belmiro.

No jogo de ida, no Macapá, ele foi titular e estava conquistando seu espaço com o técnico Dorival Júnior.

– Ele sofreu uma entorse no tornozelo direito, que nós classificamos como tipo dois. Essa primeira semana é uma fase de tratamento agudo, com muito gelo, muita crioterapia, eletroterapia e restrição da função específica do tornozelo, que é pisar em mobilidade. Na segunda semana, começamos com uma carga parcial, e a partir da terceira, ele já deve estar com uma função mais próxima do normal – disse o chefe do departamento médico do Peixe, Rodrigo Zogaib.

– Fiquei muito chateado, muito triste. Não só pela dor, mas pela situação que estava o jogo, quando a gente tomou o empate. Mas ter o apoio de todo o grupo e de todos os funcionários, que me passaram muita força, é algo que me deixa muito feliz e mais confiante para seguir com a recuperação – afirmou o jogador, que já iniciou a recuperação.

Na atual temporada, Cittadini já fez seis jogos, número relevante se comparado aos últimos anos no Peixe, em que chegou a ser emprestado.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *