Últimas

Por que Deivid recusou oferta similar à do Cruzeiro quando esteve no Fla?

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Técnico Deivid, em treinamento na Toca da Raposa

    Técnico Deivid, em treinamento na Toca da Raposa

Imagine o seu clube do coração lhe oferecendo uma proposta para se tornar membro fixo da comissão técnica. A resposta, porém, é negativa devido à lealdade ao antigo chefe. Sim, foi exatamente o que aconteceu com Deivid, atual treinador do Cruzeiro.

Logo que pendurou as chuteiras, em 2014, o ex-centroavante teve a oportunidade de trabalhar no Flamengo ao lado de Vanderlei Luxemburgo. Auxiliar do experiente comandante, ele recebeu uma oferta tentadora.

A diretoria carioca pretendia renovar o contrato do auxiliar. A intenção era colocá-lo como assistente e, ao longo dos anos, deixá-lo assumir a condição de treinador da Gávea, processo idêntico ao que ele passou na Toca da Raposa II em dezembro do ano passado.

“Era o mesmo projeto que o Cruzeiro fez comigo, ficar como auxiliar do clube e, depois, assumir como treinador”, contou o comandante em entrevista concedida ao UOL Esporte.

Mas um motivo fez com que Deivid não aceitasse a proposta feita por Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo. A relação com Vanderlei Luxemburgo, técnico que lhe abriu as portas da Gávea, foi o que impediu o ex-centroavante de dizer “sim” à oferta apresentada pelo clube do coração.

“A mesma proposta que tive aqui, eu tive no Flamengo. Naquele momento, eu não quis ficar por conta do Vanderlei (Luxemburgo). Eu não queria ficar no Flamengo, até por questão de ética também”, relatou.

Cinco meses separaram as demissões de Luxa no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. Na capital mineira, o antigo auxiliar adotou uma postura diferente. Quando convidado pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares para assumir o cargo na Toca da Raposa II, Deivid não teve dúvidas. Aceitou imediatamente a proposta, mas não sem conversar com Luxemburgo.

“Quando cheguei ao Cruzeiro, o clube me fez a mesma proposta e o Vanderlei tinha me dado o sinal verde, o OK para eu ficar”, concluiu.

Após a saída do treinador, que hoje está no futebol chinês, Deivid se tornou auxiliar técnico de Mano Menezes. Entretanto, o Shandong Luneng, também da Ásia, convidou o gaúcho para assumir o comando da equipe. Diante da resposta positiva, a diretoria optou pela efetivação do ex-centroavante. E, até agora, a resposta é bem positiva.

Ficha técnica
Cruzeiro x Guarani-MG

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 3 de abril de 2016 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Assistentes: Magno Arantes Lira e Fernanda Nadrea Gomes Antunes

Cruzeiro
Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Romero, Cabral e Alisson; Élber, Arrascaeta e Rafael Silva.
Técnico: Deivid

Guarani-MG
Jordan; Felipe Cordeiro, Carlos, Anderson e Carlos Renato; Renan, Denilson, Deyvison e Romário; Wander e Marcus Vinícius.
Técnico: Ramon Menezes

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *