"Quero e vou me casar novamente", diz Joelma em entrevista na TV

A cantora paraense Joelma contou na tarde deste domingo (10) que tem vontade de se casar novamente, mesmo depois de protagonizar uma separação tumultuada do músico Ximbinha, ocorrida no ano passado.

“Se aparecer a ‘tampa’ [nova] , me caso ainda em 2016. Por que, não?”, disse ela, em entrevista ao programa “Eliana”, no SBT. “Casamento é uma coisa especial, é uma coisa incrível. Eu acho que todo mundo nasce [com o objetivo] de encontrar a sua cara metade, para caminhar juntos nesta vida (..) Penso, [quero] com certeza, e vou me casar novamente”, completou.

O anúncio oficial do fim do casamento de 18 anos de Joelma e Ximbinha foi feito em agosto de 2015. Na ocasião, os dois afirmaram por meio de um comunicado “que o respeito, gratidão, amizade, admiração e parceria” permaneceriam recíprocos. Não foi o que aconteceu.

Durante a apresentação de um show, Joelma sugeriu que foi traída por Ximbinha e apontou o dedo para o ex-marido ao cantar parte do refrão da música “A Lua Me Traiu”.

No dia 11 de setembro, a Justiça do Pará proibiu Ximbinha de ficar a menos de cem metros de Joelma com base na Lei Maria da Penha. Porém, o advogado do músico conseguiu derrubar a liminar uma semana depois, no dia 18, o que viabilizou a volta do guitarrista para a banda.

Ele, no entanto, só retornou aos palcos no dia 4 de outubro e, mesmo assim, teve de deixar o show 20 minutos depois que Joelma demonstrou o desconforto com a presença do ex-marido. Insatisfeito com a performance da cantora, o público vaiou e jogou objetos no guitarrista, que acabou tocando por poucos minutos e abandonando a apresentação.

Horas depois do episódio, o guitarrista divulgou um comunicado em que dizia não querer ter mais atritos profissionais com a ex-mulher. Para justificar sua postura, Joelma disse que teve “medo e receio” de dividir o palco com o ex-marido.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *