Raikkonen vê a Ferrari lutando pelo título 2m 2016, mas pede fim de erros

  • Clive Mason/Getty Images

Kimi Raikkonen foi um dos destaques do GP da China, conquistando o quinto lugar depois de cair para a penúltima colocação no início da prova devido a um toque com o próprio companheiro de Ferrari, Sebastian Vettel, na primeira volta. A velocidade demonstrada pela Scuderia, que permitiu a recuperação, anima o finlandês, que não descarta a possibilidade de lutar com as Mercedes pelo título.

“Só foram três corridas. Obviamente, muita coisa pode acontecer – e vai, com certeza. Só temos de pontuar o máximo possível e não ter mais problemas em nenhuma corrida, para tentar nos colocar à frente”, avaliou.

“Acho que em termos de velocidade, não estamos tão mal – como mostramos na classificação [na China] temos velocidade para estar muito perto deles se não cometermos erros. Pelo menos parece que estamos mais próximos. Mas se não conseguimos fazer corridas limpas e eles o fizerem, não temos como batê-los.”

O fato de Raikkonen insistir na necessidade da Ferrari ter corridas mais limpas é justificável: o time italiano teve problemas em todas as provas até aqui. Com o próprio Raikkonen, a lista conta com uma quebra do turbo na Austrália, uma largada ruim no Bahrein e a batida da China.

“Há circuitos em que seremos mais fortes do que aqui e às vezes eles serão provavelmente mais fortes, mas o principal é melhorar o carro e o pacote em geral. Mas precisamos de corridas limpas. Se tivermos problemas, isso não ajuda no campeonato. Precisamos fazer um trabalho melhor.”

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *