Últimas

Rede não enquadra seus parlamentares, diz Marina Silva

São Paulo – A ex-senadora Marina Silva (Rede) disse nesta quinta-feira, 14, em uma postagem no Facebook, que não exige que seus parlamentares sigam a mesma posição do partido, o qual “preza pela pluralidade”. A afirmação foi em resposta “às milhares de mensagens” que ela disse ter recebido de eleitores questionando o posicionamento do deputado Aliel Machado (PR), que se declarou contrário à abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

“A maioria das pessoas estão acostumadas com os partidos tradicionais que enquadram seus parlamentares. A Rede não trabalha dessa maneira”, diz Marina no texto, postado na tarde desta quinta-feira, 14. Ela cita ainda o deputado Alessandro Molon, que assim como Aliel se declarou contra o impeachment.

Marina argumentou que o partido também se posiciona a favor de um eventual processo de impeachment do vice-presidente Michel Temer (PMDB). No texto, a ex-senadora voltou a dizer que se o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmar que parte do dinheiro desviado no esquema de corrupção da Petrobras foi usado na campanha eleitoral da presidente em 2014, tanto Dilma quanto Temer devem ter seus mandatos cassados e novas eleições devem ser convocadas.

Na semana passada, Marina Silva lançou uma campanha defendendo novas eleições diretas no Brasil. A Rede ingressou com petição para reforçar o processo de cassação dos mandatos no tribunal. A saída pelo TSE, defendeu Marina, “é o caminho ético”.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *