Últimas

Rio-2016: AI denuncia 'multiplicação de homicídios' pela polícia

Rio de Janeiro, 27 Abr 2016 (AFP) – A organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional (AI) denunciou nesta quarta-feira a multiplicação de homicídios cometidos por policiais no Rio de Janeiro, estimando que os moradores das favelas vivem aterrorizados a poucos meses dos Jogos Olímpicos.

No primeiro trimestre de 2016, os homicídios resultantes de operações policiais na cidade aumentaram 10% em relação ao mesmo período de 2015, revelou a organização em um comunicado.

“Moradores de diversas favelas no Rio de Janeiro vivem momentos de tensão após pelo menos 11 pessoas serem mortas pela polícia desde o início de abril”, acrescentou a Anistia.

“Não é possível relacionar diretamente o aumento dos homicídios cometidos por policiais com os preparativos para os Jogos Olímpicos. No entanto, as estatísticas revelam um claro padrão de uso desnecessário e excessivo da força, violência e impunidade que colocam em xeque as instituições responsáveis pela segurança pública”, acusou a organização.

“Ainda há tempo nos próximos 100 dias para que as autoridades e o comitê organizador dos Jogos Olímpicos assegurem que nenhuma operação policial viole direitos humanos”, afirmou Atila Roque, diretor-executivo da organização no Brasil, também citado no comunicado.

Segundo números da organização, os homicídios resultantes de operações policiais aumentaram 54% entre 2013 e 2015 no conjunto do estado do Rio. Em 2014, o ano em que o país organizou o mundial de futebol, 580 pessoas morreram em operações policiais no estado do Rio.

tw-jb/oaa/ah/al/fj/ma

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *