Últimas

Sessão de debates na Câmara nesta sexta pode se estender até amanhã

A primeira sessão de debates do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff pode emendar com a sessão deste sábado marcada para às 11h. Pelas contas da Secretaria Geral da Mesa Diretora da Câmara, os trabalhos desta sexta-feira podem superar 25 horas, uma vez que só PSDB, PT e PMDB usaram até o momento o tempo de uma hora que tinham direito para discursos, faltando ainda 23 partidos se pronunciarem no plenário. No entanto, a Casa ainda não anunciou formalmente se emendará os debates de sexta com sábado.

A única certeza até agora é que a sessão desta sexta-feira avançará a madrugada não só pelo tempo dado aos partidos, como prevê o regimento, mas pelo direito que cada líder partidário tem de pedir, em toda sessão, tempo de líder. Os discursos de líder variam entre três e 10 minutos, conforme o tamanho de suas bancadas. Vários deputados já subiram à tribuna nesta tarde usando o tempo de líder.

O PSOL será um dos últimos a usar seus 10 minutos de tempo partidário no plenário e, pela programação, subirá à tribuna entre 4h e 5h desta madrugada. Os discursos serão transmitidos ao vivo pela TV Câmara. “Se nem o desfile da Mangueira ou da Portela no Grupo Especial no Carnaval consegue prender muita audiência, que dirá um partido político”, ironizou o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ).

Cada sessão na Câmara dura cinco horas e neste momento o plenário realiza a segunda sessão subsequente. A Secretaria Geral da Mesa prevê mais três sessões para concluir os discursos do primeiro dia dos três programados para apreciação do processo de afastamento de Dilma.

Para a sessão deste sábado, 249 deputados se inscreveram para discursar por três minutos cada. A Secretaria esperava que 350 parlamentares se inscrevessem hoje. O prazo de inscrição se encerrou às 11h desta manhã. Alguns parlamentares chegaram nas primeiras horas do dia para pegar a fila de inscrição.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *