Últimas

Time colombiano reclama de postura do Inter em negócio de Seijas

O Independiente Santa Fe-COL confirmou a transferência de Luis Manuel Seijas, mas não gostou da postura do Internacional no negócio. Depois de sacramentar a negociação, Cesar Pastrana, presidente do time colombiano, criticou o clube gaúcho.

Segundo o dirigente colombiano, o Inter não procurou o Santa Fe em nenhum momento. E assediou o jogador com um contrato adjetivado como muito generoso.

“As pessoas não entendem, mas o Inter não teve sequer a delicadeza de nos procurar. Falaram direto com o jogador e seu empresário”, disse Pastrana ao jornal El Tiempo. “Isso deixou toda a diretoria muito incomodada, essa indelicadeza do Inter em não nos procurar”, completou.

Procurado pelo UOL Esporte, o Internacional negou procedimento antiético.

“Não existe isto, provavelmente o presidente do clube está tentando se justificar junto aos torcedores. Se não houvesse conversa, não existiria o acordo para o atleta ficar até o final de maio lá”, respondeu Carlos Pellegrini, vice de futebol do Inter, à Rádio Bandeirantes de Porto Alegre.

Dez dias antes de confirmar a transferência, o Independiente Santa Fe-COL emitiu nota oficial desmentindo as negociações por Seijas. Titular absoluto e um dos líderes técnicos da equipe, o venezuelano se reuniu com os dirigentes e pediu para ser liberado.

“Veio o empresário com uma oferta, mas falamos que não queríamos negociá-lo. Mas eles tentaram ao jogador. Então eu me sentei com ele, disse que não era a hora, que ele não podia ir. Temos a Libertadores. Ele respondeu: ‘Ok, eu fico’. Então eu soltei a nota oficial do clube. Mas dois dias depois, dobraram a oferta. Um valor que não poderíamos cobrir, ainda mais por ser em dólar. Fiquei de mãos atadas”, afirmou o presidente do clube colombiano.

Seijas, 29 anos, quase veio ao Brasil nesta semana. Na última reunião para tratar da transferência, o jogador solicitou liberação imediata. O Santa Fe não cedeu. E assim, ele só chegará ao Inter em junho.

“Eles inclusive queriam levar Seijas agora. Queriam que ele jogasse domingo e fosse para o Brasil. Não permiti. Mas também não pude segurar o jogador, ele me falou: ‘vou fazer 30 anos, é uma grande oportunidade. Quando vou ganhar isso?’. Eram muitos zeros”, relatou Cesar Pastrana.

Internacional e Santa Fe-COL não confirmam os valores envolvidos no negócio. O único detalhe revelado é que Luis Manuel Seijas desembarca no Brasil até 15 de junho. E assinará contrato de três temporadas. O meia será o primeiro venezuelano da história do Colorado e tem no currículo passagens pela Europa e Argentina, além de gol contra o Real Madrid.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *