Últimas

UFC gastou mais de R$ 8 milhões em lobby para liberar MMA em Nova York

A liberação do MMA no estado de Nova York não saiu nada barato para o UFC. Em entrevista ao jornal “Las Vegas Review”, Lorenzo Fertitta, um dos donos da organização, estimou ter gasto mais de US$ 2 milhões (cerca de R$ 8 milhões) em lobby para a aprovação do projeto nos últimos oito anos.

Apesar do alto custo, Fertitta afirmou ter válido a pena, por causa do retorno que os eventos em Nova York trarão. “Nova York é o maior mercado de pay-per-view para nós nos Estados Unidos. É o mais importante mercado de mídia nos Estados Unidos e provavelmente no mundo”.

“Temos grandes expectativas para quando fizermos eventos no Madison Square Garden ou em outras arenas pelo Estado”, continuou Fertitta, que disse que a aprovação não beneficia apenas o UFC.

“Pensamos que será ótimo para os lutadores e para a indústria. Não é apenas o UFC. Vamos ver outras organizações como o Bellator fazendo eventos aqui. Você também verá empresar médias e pequenas. Terá muita atividade econômica no Estado. Isso será um grande negócio”, completou.

O MMA estava banido do estado de Nova York desde 1997. No auge do chamado vale-tudo, os parlamentares vetaram o esporte na região, mas em nenhum momento citaram a atual modalidade nominalmente.

Agora, Fertitta tem planos para realizar dois eventos em Nova York até o final deste ano. O local dos sonhos da organização sempre foi o Madison Square Garden, casa do New York Knicks, da NBA.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *