Últimas

Uma vida saudável que não custa nada

No Parque Treze de Maio, área central da capital pernambucana, grupos de treinamento funcional se reúnem. Foto: Brenda Alcantara/Esp DP
No Parque Treze de Maio, área central da capital pernambucana, grupos de treinamento funcional se reúnem. Foto: Brenda Alcantara/Esp DP

Abril, o mês mundial da saúde e da atividade física, pode ser uma ótima oportunidade para abandonar a vida sedentária e começar a se exercitar. Na hora de escolher uma modalide para praticar, os moradores da Região Metropolitana do Recife dispõem de uma rede de espaços gratuitos.

Apenas na praia de Boa Viagem existem 50 opções de exercícios nos 8 km de extensão da orla. É possível praticar tênis, futebol, skate e musculação em equipamentos próprios de academias, com o acompanhamento de profissionais de educação física. A modelo Anna Melo, 20, escolheu o calçadão de Boa Viagem como lugar para praticar exercícios. Anda de skate diariamente na orla, indo do Pina a Setúbal. “É o melhor espaço da cidade”, destacou.

Na Zona Norte do Recife, o Parque da Jaqueira é o mais procurado. Com uma pista de 1 km para caminhadas e corridas, a área arborizada atrai esportistas das 6h às 22h. Um deles é o universitário José Victor Farias, 19 anos, que se exercita pedalando. “Como aqui tem muita sombra, é o melhor lugar para andar de bike e respirar bem”, afirmou.

No Parque Treze de Maio, área central da capital pernambucana, grupos de treinamento funcional se reúnem. Na Praia de Zé Pequeno, em Olinda, os espaços para jogar futevôlei são os mais disputados. Já na Praça Viaduto de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, o principal atrativo é a quadra poliesportiva.

Levantamento

Três em cada cinco pessoas são consideradas suficientemente ativas em Pernambuco, ou seja, têm tempo diário de atividade física igual ou superior a 30 minutos. Foi o que revelou a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), de 2014. No país, 46,0% dos adultos informaram não praticar atividade física em nível suficiente no lazer, no trabalho, nos afazeres domésticos ou nos deslocamentos diários e 28,9% assistiam televisão por três ou mais horas diárias.

O servidor público André Holanda, 42 anos, é um dos pernambucanos que integram a lista dos fisicamente ativos. Ele pratica tênis na Praia de Boa Viagem há mais de um ano. “A grande vantagem das quadras da orla é o fato de serem abertas ao público e gratuito. Fiz tênis por nove anos em clubes particulares e, hoje, faço aulas com um professor aqui, podendo contemplar a vista”, disse.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *