Últimas

Universitárias criam rede de doação de absorventes na UFPE

Vários centros da UFPE já adotaram o "potinho" para doação de absorventes. Foto: Facebook/Reprodução (Vários centros da UFPE já adotaram o "potinho" para doação de absorventes. Foto: Facebook/Reprodução)
Vários centros da UFPE já adotaram o “potinho” para doação de absorventes. Foto: Facebook/Reprodução

Absorventes são tabus? Não para as mulheres que circulam nos banheiros da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Tudo começou com uma publicação no Facebook agradecendo a ideia de uma pessoa ter deixado absorventes no banheiro do departamento do Centro de Artes e Comunicação(CAC). A postagem teve uma grande repercursão dentro do grupo da UFPE, com quase 5 mil curtidas.

Com o lembrete “Pegue um, caso precise. Deixe um, se tiver sobrando” a ideia tornou-se abrangente e se espalhou dentro da instituição, como nos cursos de odontologia e geologia. A ação começou no dia 1 de abril, quando Manu Marinho decidiu colocar os primeiros absorventes para que outras mulheres pudessem utilizá-los caso precisassem. Ela teria tido a iniciativa depois de ter visto uma situação parecida em um coletivo de outra Universidade Federal.

“A intenção foi ajudar, esperava apenas que as pessoas retirassem, mas não que repusessem. Muita gente passa por aperto, inclusive eu já passei”, afirmou Manu Marinho. A segunda pessoa a colaborar com a ação foi a também estudante Carol Ferreira. “Achei a ideia o máximo e de utilidade feminina incrível. No dia seguinte fiz uma plaquinha e coloquei no Departamento de Turismo e Hotelaria. E estou vendo que a ideia está se espalhando nos demais centros”, contou a estudante.

Para a iniciativa se tornar ainda mais abrangente, Carol Ferreira não se limitou apenas a Federal. “Espalhei pelo meu facebook e marquei as amigas que não estudam na UFPE, para incentivar que elas façam isso também nas instituições onde estudam”, disse.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *