Últimas

Youtubers protestam contra o limite da internet fixa no Brasil

Os protestos contra o bloqueio da conexão após o fim da franquia estabelecido por algumas operadoras de internet banda larga chegaram até o YouTube. Nomes como Cauê Moura, Felipe Castanhari, Eduardo Benvenuti, entre outros, se posicionaram contra o bloqueio a medida anunciada pela Vivo.

Eduardo Benvenuti, dono do canal BRKsEDU, mora no Canadá e admite que o limite de franquia é algo comum no país. No entanto, as franquias lá são muito maiores do que as praticados no Brasil.

[embedded content]

Cauê Moura, como de costume, adota um discurso mais agressivo no canal Desce a Letra. No vídeo abaixo, ele explica que os limites de franquia praticados no Brasil são baixos e podem ser atingidos com apenas algumas horas de streaming.

[embedded content]

Felipe Castanhari, do Canal Nostalgia, aproveita para ler a nota oficial da Vivo sobre o bloqueio da internet após o fim da franquia. Ele também reclama dos baixos limites estipulados.

[embedded content]

Tradicionalmente mascarado, o youtuber Zangado comparou as alterações da internet fixa com os métodos já utilizados para a internet móvel.

[embedded content]

Davy Jones, do Gameplayrj, também produziu um vídeo sobre o assunto e busca fortalecer o movimento que está sendo chamado de “#InternetJusta”.

[embedded content] Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *