Últimas

Abatido com erro e eliminação, André não teme ficar marcado: 'Pato é Pato'

André teve a chance de recolocar o Corinthians no jogo aos 38 minutos do segundo tempo, quando a equipe perdia por 2 a 1 para o Nacional (URU) no compromisso de volta das oitavas de final da Copa Libertadores. Em pênalti cometido por Polenta e sofrido pelo próprio camisa 9, a oportunidade foi perdida na marca da cal, a sétima em 11 chances na temporada – Marquinhos Gabriel anotaria gol de pênalti dez minutos depois, o que significa que a conversão da oportunidade de André teria colocado o Timão nas quartas do torneio continental. Não deu, e o empate em 2 a 2 selou a eliminação da equipe em plena Arena Corinthians.

Após o jogo, André passou rapidamente pela zona mista da Arena Corinthians, demonstrando profundo abatimento. Em poucas palavras, foi questionado sobre o temor de ficar marcado negativamente junto à torcida alvinegra, como ocorreu com Alexandre Pato na temporada de 2013. Contratado com pompa, o ex-camisa 7 desperdiçou a chance de conquistar a Fiel nas quartas de final da Copa do Brasil daquela temporada, contra o Grêmio. Na última batida da série, Pato tentou uma cavadinha e viu Dida defender com facilidade para colocar o time gaúcho na semifinal da competição vencida pelo Flamengo. Três anos depois, André deu uma paradinha e bateu fraco no canto direito de Conde, que fez simples defesa.

– Não tem essa, Pato é Pato, André é André – sintetizou o camisa 9 do Corinthians, rejeitando comparações.

– Bati do jeito que eu vinha treinando. Tentei esperar o goleiro, mas ele acabou não caindo. Bati do jeito que treinava, mas bati mal. Teve mérito do goleiro também por não ter saído antes. É a primeira vez que eu perco um pênalti assim, sempre treinei, não só no Corinthians. Infelizmente aconteceu. É levantar a cabeça e treinar para não errar mais – lamentou André.

Contratado no início da temporada por cerca de R$ 4 milhões, valor bem diferente dos R$ 40 milhões pagos a Pato, André tem 18 jogos pelo Corinthians, sendo 14 como titular. Ele marcou cinco gols até o momento.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *