Últimas

AC/DC inicia turnê europeia em Lisboa com voz de Axl Rose

Lisboa, 8 Mai 2016 (AFP) – De “Thunderstruck” ao mítico “Highway To Hell”, o público português ouviu em primeira mão na noite de sábado a voz de Axl Rose, do Guns N’ Roses, nas músicas da banda de hard rock AC/DC, substituindo Brian Johnson, que sofre de problemas auditivos.

“Prazer em conhecê-los”, lançou o californiano de 54 anos, sentado em uma cadeira de metal devido a uma fratura no pé e vestindo sua habitual bandana sob um chapéu, antes de interpretar o repertório do grupo australiano com uma voz segura, levemente menos saturada que a de Johnson.

O grupo entrou no palco em meio às aclamações dos fãs, que lotaram o Passeio Marítimo de Algés, um imenso espaço ao ar livre à beira do estuário do Tejo, na capital portuguesa, capaz de acolher até 60.000 pessoas e que estava quase lotado.

Para alguns, como o madrilenho Jesús Santos, de 47 anos, “faltava a ele (Rose) um pouco de alma, não era de fato como com Brian Johnson”. Axl Rose se apresentará com o grupo nos outros onze shows programados na Europa.

O promotor português do show precisou enfrentar uma onda de fãs descontentes, devolvendo a eles o valor do ingresso, assim como ocorreu em outros países europeus após o anúncio da substituição, em abril.

Mas o vocalista do Guns N’ Roses convenceu muitos espectadores. “Esperava de verdade algo menos bom. E gostei, é uma verdadeira surpresa!”, confessou Paula Marques, uma lisboeta de 45 anos.

“Axl Rose respeita muito o grupo e tem a voz (adequada para isso)”, declarou Paulo Dias, de 48 anos e procedente de Caldas da Rainha (centro).

O cantor substituto apareceu na quinta-feira em um vídeo ao lado do fundador do AC/DC, Angus Young, e do baixista Cliff Williams, prometendo ao público português “um grande show de rock”.

O grupo esteve ensaiando durante duas semanas em Lisboa com seu novo vocalista. “Começou muito bem, e foi melhorando. Espero chegar ao fim do primeiro show antes de ser demitido”, ironizou Rose na sexta-feira em uma entrevista à revista musical britânica NME.

Brian Johnson “é um grande cantor, é um verdadeiro desafio” cantar em seu lugar. “Tento fazer jus a ele, para os fãs”, afirmou Axl Rose na sexta-feira na rádio britânica BBC 6 Music.

“Telefonei no mesmo dia em que li na imprensa que algo não ia bem com a audição de Brian”, acrescentou. Os médicos advertiram o cantor em março que poderia ficar surdo se continuasse atuando.

ode/bh/ros/es-jvb-tjc/ma

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *