AGU teria reforçado anulação do impeachment em um encontro com Maranhão

O advogado-geral da União(AGU), José Eduardo Cardozo concedeu entrevista coletiva para comentar sobre a decisão da anulação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff pedido pelo presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão.  Cardozo negou que pedido à Câmara seja protelatório e informou que há muitas questões a serem questionados sobre o afastamento.

Para o advogado, o Senado não tem poder para abrir processo sem a autorização da Câmara. “O que quero é que os direitos sejam respeitados. É ilusão imaginar q processo político, sem nenhuma base, dará estabilidade ao país”, diz Cardozo. “Intelectuais do mundo estão espantados”, comentou Cardozo.

O advogado ressaltou que “em hipótese nenhuma houve oferta de cargos a Waldir Maranhão”. Segundo ele o encontro não foi divulgado por causa de um “lapso” e por que o “CGU permite” alterar agenda a posterior”.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *