Últimas

Após nova vitória, Sanders reitera que seu objetivo é a indicação democrata

Washington, 10 mai (EFE).- O pré-candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Bernie Sanders, insistiu nesta terça-feira que seu objetivo continua sendo conseguir a indicação do partido para as eleições presidenciais de novembro, após uma nova vitória no processo de primárias, no estado da Virgínia Ocidental.

“Estamos nesta campanha para ganhar a indicação democrata. Lutaremos por cada um dos votos em Oregon, Kentucky, Califórnia, nas Dakotas”, disse Sanders a seus simpatizantes em um comício em Salem (Oregon), após saber que tinha superado Hillary Clinton por ampla margem na Virgínia Ocidental.

O veterano senador, que se autoproclama um socialista democrático, mostrou confiança que, apesar da vantagem de Hillary no número total de delegados necessários para a indicação, se obtiver bons resultados nos próximos estados, “ainda restará um caminho rumo à vitória”.

“Temos um caminho íngreme diante de nós, mas estamos acostumados com caminhos difíceis”, garantiu Sanders, que também agradeceu aos eleitores da Virgínia Ocidental sua “tremenda vitória” no estado.

“Quero agradecer ao povo da Virgínia Ocidental a tremenda vitória, por mais de dez pontos. É um estado que Hillary Clinton ganhou por 40 pontos contra Barack Obama em 2008”, lembrou o senador diante de seus partidários.

“A Virgínia Ocidental é um estado de classe trabalhadora, como muitos outros neste país, como o Oregon. Os trabalhadores estão sofrendo”, declarou Sanders.

“O que seus moradores disseram esta noite, e o que acredito que também dirão os do Oregon, é que necessitamos de uma economia que funcione para todo o mundo, não apenas para 1% (em referência aos mais ricos)”, acrescentou o senador.

Sanders também comentou que, apesar de “não concordar” com Hillary “em muitas áreas”, há uma na qual está de acordo como ela: “devemos derrotar Donald Trump e fico muito feliz de dizer a vocês que iremos fazê-lo”.

“Em todas as pesquisas nacionais, Bernie Sanders vence Donald Trump por ampla margem, e também nas pesquisas estaduais”, frisou o senador por Vermont.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *