Últimas

Após atentado, Ana Hickmann fala: 'Ele veio para me matar'

Ana Hickmann correu o risco de morte após sofrer um fã invadir o quarto de hotel em que estava hospedada em Belo Horizonte, Minas Gerais, durante o último sábado (21). A modelo, que estava na cidade para um compromisso profissional,  falou ela primeira vez na televisão dobre o ataque sofrido, durante uma entrevista ao Domingo Espetacular, da Record, no último domingo (22).

“É difícil de acreditar que aquela imagem, aquela cena, aquelas palavras, os tiros, que tudo aquilo aconteceu. Parece cena de filme. Um enredo de um grande filme de terror”, disse ela, profundamente abalada.

“Estávamos eu, minha cunhada (Giovanna), e meu cunhado, Gustavo, no quarto. Por uma graça de Deus meu marido não foi e nem meu filho. Meu cunhado desceu para entregar um material, enquanto o maquiador estava subindo, alguns segundo depois eu, alguém bateu na porta e eu abri. O rapaz entrou no quarto com a arma apontada na nuca do meu cunhado e assim que eles entraram, ele apontou a arma para mim e disse ‘Vim me acertar com você, sua va*******. A primeira coisa que me passou na cabeça é que era um assalto, um arrastão, mas ele veio para cima de mim, ele começou a me ofender, me humilhar, falando que me conhecia, que eu sabia quem ele era”, relembrou.

Ana conta que o tempo todo, o rapaz afirmava que ela o conhecia e que ela teria correspondido ao sentimento dele.

“Ele veio determinado a me matar, eu tinha certeza que ele veio para acabar comigo. O tempo todo falando que eu não prestava, que eu era uma mentirosa, que eu correspondi durante muito tempo ao amor dele”, disse.

Depois de 30 minutos, Gustavo, cunhado de Ana, conseguiu ir para cima do homem e fazer com que a mulher, Giovanna, e a modelo pudessem sair do quarto.

“Se não fosse por ele, pela coragem do meu cunhado, meu marido não teria ido me buscar no aeroporto, ele teria ido ao IML (Instituto Médico Legal) buscar três corpos. A primeira coisa que eu quero é a minha família aqui de volta, na minha casa, com a minha cunhada bem. A única coisa que eu peço e rezo agora para Deus é que todo mundo volte para casa bem”, disse.

Ainda durante a entrevista, Ana contou que depois que tudo aconteceu, ela viu uma foto do atirador e lembrou que há alguns meses, ela o bloqueou de suas redes sociais, pois é o que normalmente faz quando ela vê comentários ofensivos ou te conteúdo ‘mais pesado’. O fã mantinha um perfil dedicado à Ana nas redes e seus posts eram todos direcionados a ela.

Segundo a polícia militar, o atirador, Rodrigo Augusto de Pádua, tinha 30 anos e planejou tudo. Durante o atentado, Giovanna acabou levando dois tiros, no braço e abdômen, mas passa bem e segue internada no Hospital Biocor, em Belo Horizonte. Gustavo Corrêa conseguiu tirar a arma de Rodrigo e disparou três tiros contra ele, que morreu na hora. 

Cunhado de Ana Hickmann: ‘O que houve foi uma aberração’
Ana Hickmann após atentado: ‘Profundamente abalada e triste’
Cunhada de Ana Hickmann passa por cirurgia após disparos
Marido de Ana Hickmann agradece o irmão: ‘Meu Herói, te amo’

Tudo sobre o mundo dos famosos, novelas, festas e TV, você encontra em O Fuxico!

Fonte: OFuxico.com.br
Matéria Originalmente postada pelo site O Fuxico

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *