Após selinho de italiano, Uma Thurman se diz 'violada'

ROMA, 21 MAI (ANSA) – Fotografada dando um selinho no empresário italiano Lapo Elkann durante uma festa beneficente da Fundação para Pesquisa da Aids (amfAR) em Cannes, a atriz norte-americana Uma Thurman disse que o beijo a fez se sentir “violada”.   

Por meio de sua agente, Leslie Sloane, a estrela afirmou à revista “People” que o selinho foi dado à sua revelia. “É oportunismo no seu pior estado. Ela não foi cúmplice disso. Em algum lugar na sua cabeça ele deve ter pensado que era uma maneira adequada de se comportar, mas claramente não era”, declarou.   

Sloane acrescentou que Thurman ficou “muito infeliz com o que aconteceu e se sentiu violada”. Além disso, a atriz pediu à amfAR um vídeo do episódio, que ocorreu na última quinta-feira (19), na mesma festa em que Elkann leiloou uma Ferrari “camuflada” por 1 milhão de euros (R$ 4 milhões).   

O empresário é membro da família Agnelli – dona da montadora de Maranello e da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) – e presidente do estúdio de design Italia Independent. Seu irmão John Elkann é o atual mandatário da FCA. (ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *