Ataques da coalizão internacional matam 4 membros do EI e 6 civis em Aleppo

Beirute, 7 mai (EFE).- Bombardeios da coalizão internacional na Síria nas últimas 24 horas provocaram a morte de pelo menos quatro membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), entre eles um dirigente militar de nacionalidade estrangeira, e seis civis, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O diretor da ONG, Rami Adbul Rahman, disse à Agência Efe que os ataques aéreos ocorreram em áreas ao norte de Daqib, no sul da província de Aleppo e próximas à fronteira com a Turquia.

Outros 12 extremistas do EI morreram ontem em bombardeios da coalizão e combates contra facções rebeldes sírias também em regiões próximas ao território turco.

Além disso, mais cedo, o Exército da Turquia tinha anunciado em comunicado, publicado pela emissora oficial de televisão “NTV”, que caças-bombardeiros da coalizão internacional tinham matado hoje pelo menos 48 combatentes do EI no nordeste de Aleppo.

Os ataques destruíram refúgios de depósitos de munição dos jihadistas. A operação, que fazia parte de uma missão de apoio a milícias rebeldes na região, forçou que os extremistas interrompessem seus ataques e deixassem as zonas em disputa.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *