Atlético Nacional elimina Huracán e espera Grêmio ou Rosario nas quartas

O Grêmio já conhece o futuro adversário nas quartas de final da Libertadores, caso consiga passar pelo Rosario Central. Nesta terça-feira (3), o Atlético Nacional venceu o Huracán por 4 a 2, dentro de casa, e assegurou a classificação para a próxima fase.

Melhor time da fase de grupos, o time colombiano precisava de uma vitória simples, depois de um empate sem gols na Argentina. E ela começou a ser construída aos 24 minutos da primeira etapa, quando Ibarbo converteu o pênalti sofrido por Guerra. Um minuto mais tarde, no entanto, Espinoza igualou o marcador.

A vida do Huracán ficou mais difícil aos 7 minutos do segundo tempo. O zagueiro Mancinelli acertou uma cotovelada em Moreno e recebeu o cartão vermelho.

Apenas cinco minutos mais tarde, a inferioridade numérica cobrou seu preço. Guerra tabelou com Berrío, invadiu pela direita e tocou no canto de Marcos Diáz. O terceiro gol colombiano saiu aos 23 minutos, mais uma vez com Guerra.

Mesmo com um a menos, o Huracán voltou a colocar fogo na partida aos 31 minutos, com um golaço de Ábila. O atacante recebeu cruzamento da direita e acertou um voleio no ângulo do goleiro Armani. Quatro minutos mais tarde, quase o empate: Bogado soltou a bomba em cobrança de falta, Armani espalmou e Ábila mandou por cima.

Já com o Huracán entregue, Copete colocou números finais à partida. Berrío puxou contra-ataque, Ibargüen tocou de letra e o atacante mandou por cima do goleiro Marcos Diáz para fazer o quarto gol.

Depois do apito final, os jogadores do Huracán partiram para cima do árbitro para reclamar e uma pequena confusão teve início, envolvendo, inclusive, atletas do Atlético Nacional. Após troca de agressões, os jogadores foram contidos e os ânimos se tranquilizaram.

Nesta quinta-feira (5), Rosario Central e Grêmio jogam para decidir o adversário do Atlético Nacional na próxima fase. Depois de uma vitória por 1 a 0 em Porto Alegre, o time argentino precisa de apenas um empate para se classificar. Já o clube brasileiro estará classificado com qualquer vitória por um gol de diferença, tendo marcado dois gols ou mais, ou por dois de diferença.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *