Últimas

Atração em SP e RJ permite que jogadores se tornem personagens de 'Uncharted'

Você tem uma hora para sair de uma floresta cheia de enigmas e quebra-cabeças. Se isso não acontecer, existe a ameaça de que nativos irão invadir o local e que não exatamente os anfitriões mais simpáticos. Para Nathan Drake, esse seria apenas mais um dia de trabalho. Para nós jogadores, é uma experiência que já pode ser vivida fora das telinhas.

Para que isso possa acontecer, a PlayStation Brasil, marca pertencente ao grupo Sony, fechou uma parceria com a Escape 60, empresa que trabalha com uma atração em que tranca um grupo dentro de uma sala temática e os desafia a encontrar uma forma de escaparem em até uma hora. Assim, ambas oferecem um cenário baseado em jogos da franquia “Uncharted”, mais especificamente no último jogo da série que foi lançado no dia 10 de maio: “Uncharted 4: A Thief’s End”.

Encarnando Nathan, Sam, Rafe, Sullivan ou qualquer outro personagem, os participantes terão que encontrar pistas espalhadas pelo cenário e resolver quebra-cabeças que levam para mais pistas de mais quebra-cabeças e assim por diante até o último enigma que permite a saída do local. Tudo isso deve ser feito em no máximo uma hora.

Reprodução

Convidado pela empresa, este repórter topou o desafio. Por conta das regras do estabelecimento, não podemos divulgar fotos do interior da sala, para não dar nenhum spoiler. O que podemos dizer é que o local esconde muitos segredos e a produção é caprichada. Ah, celulares, câmeras, calculadoras e outros itens não são permitidos dentro dos ambientes. Para guardá-los, há armários com chaves do lado de fora das salas.

Aprisionado com um grupo de outros cinco jornalistas, nós até conseguimos resolver alguns problemas encontrados, mas falhamos miseravelmente em nossa missão de escapar. Depois de ser consolado pelos monitores, questionei se essa era a sala mais difícil do local. A resposta não foi nada animadora: “nem de longe”.

Certamente este grupo de jornalistas está preparado para viver as aventuras dos irmãos Drake pelo videogame.

Os desafios encontrados são de raciocínio lógico e exigem boa interpretação de textos e imagens. Qualquer detalhe pode fazer a diferença em uma senha necessária para abrir um baú ou um cofre. Caso o grupo “empaque” em algum momento, algumas dicas são “sopradas” pelos monitores que vigiam os participantes pelas câmeras e microfones instalados em cada sala.

A sala de “Uncharted” ficará à disposição dos participantes inicialmente pelo período de três meses e, caso faça sucesso, poderá ser prorrogada por mais de três meses. Esse, pelo menos, é o projeto inicial da gerência do local.

Leia também:

Quem quiser se arriscar, pode visitar as unidades da empresa que montaram a sala. Em São Paulo, ela fica localizada no bairro Moema, mais especificamente na Alameda dos Jurupis, 1479. Na cidade carioca, a unidade que conta com a sala baseada no game está em Copacabana, na Avenida Atlântica, 4240. As outras instalações da franquia nas duas cidades e também em Santo André (SP) e em Fortaleza (CE) não contam com a sala baseada no game.

Antes de se dirigir até uma delas, é preciso agendar a visita pelo telefone ou pelo site. A brincadeira custa a partir de R$ 69 por pessoa e é necessário que no mínimo quatro participantes participem de cada sessão. 

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *