Últimas

Belluzzo é suspenso por um ano no Palmeiras; Tirone ganha tempo para defesa

O Conselho Deliberativo do Palmeiras decidiu na madrugada desta terça-feira suspender o ex-presidente do clube Luiz Gonzaga Belluzzo por 365 dias. O fato ocorre por má gestão e irregularidades durante o período em que comandou o clube alviverde. Arnaldo Tirone, por sua vez, terá 15 dias para apresentar a defesa.

A reportagem do UOL Esporte apurou a informação tão logo a reunião chegou ao fim, com uma pessoa presente ao local. Belluzzo comandou o Palmeiras entre 2009 e 2010. A gestão acabou marcada pelo aumento dos gastos ligados ao departamento de futebol.

Já Tirone, presidente entre 2011 e 2012, respondeu algumas perguntas e não foi informado do resultado. Apesar de ganhar tempo para a defesa, o clima era de pessimismo em relação a uma eventual absolvição.

Outros três dirigentes foram julgados pelo Conselho do Palmeiras. Todos eles, entretanto, foram absolvidos: Gilberto Cipullo, Salvador Hugo Palaia e Francisco Busico.

No último ano à frente do Palmeiras, Belluzzo não teve as contas aprovadas pelo Conselho. Com a suspensão, o dirigente perde o direito a voto no órgão e sequer pode participar das sessões.

A Comissão de Sindicância foi montada pelo Conselho a fim de apurar irregularidades dos dois ex-presidentes. Belluzzo chegou a ir à Justica contra o contra Flávio Luiz Amadei, que comandou o grupo responsável pelas investigações, como mostrou o Blog do Perrone em fevereiro de 2015.

“Eles resolveram fazer a sindicância sobre algo que já prescreveu. Só poderiam fazer até dois anos depois da minha gestão, fizeram quatro anos depois”, disse Belluzzo à época.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *