Benefício de Prestação Continuada pode destinar R$ 4 milhões para Penedo

Em parceria com a prefeitura, equipes da Seades vão promover novos cadastros no município ainda este mês

 

A economia do município de Penedo, na região do Baixo São Francisco, pode ter um incremento de R$ 4.086.720,00 por ano com a busca ativa do Benefício de Prestação Continuada (BPC) realizada pela Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades).

 

Nesta terça-feira (3), o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Antônio Pinaud, e o vice-prefeito de Penedo, Ronaldo Lopes, reuniram-se para debater os detalhes da ação que pretende inscrever no BPC cerca de 400 novos beneficiários no município.

 

De acordo com o secretário Antônio Pinaud, os dados da busca ativa abrangem todos os municípios alagoanos, identificando idosos e pessoas com deficiência que se encaixam nos critérios do programa.

 

“O nosso cruzamento de dados aponta que, em Penedo, existem 387 pessoas que podem passar a receber o benefício. Em todo o Estado são quase 22 mil pessoas aptas a ingressar no BPC, mas que não sabem disso. Com o apoio das prefeituras, vamos atrás delas para garantir esse direito”, afirmou o secretário.

 

Segundo Antônio Pinaud, a busca ativa do BPC pode gerar um aumento de R$ 230 milhões por ano nos repasses de recursos federais para Alagoas. O benefício garante a transferência de um salário mínimo para idosos com mais de 65 anos e para pessoas com deficiência, em qualquer faixa etária, com impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial. Em ambos os casos, a renda familiar mensal per capita deve ser inferior a ¼ do salário mínimo vigente.

 

“O Benefício de Prestação Continuada cumpre um papel fundamental na política de desenvolvimento social implementada pelo governador Renan Filho. Ele garante segurança social para aqueles com dificuldade para gerar seu sustento ou se inserir como atores sociais em sua comunidade. É um programa de transferência de renda que será um dos focos das ações da Seades, tendo sempre em vista a missão deste órgão e a determinação do Governo em promover uma nova Alagoas para os mais fragilizados”, disse o secretário.

 

O vice-prefeito Ronaldo Lopes destacou a importância da iniciativa do Governo em assumir um papel ativo na identificação das famílias em situação de vulnerabilidade em todo o Estado. “Alagoas tem muito ganhar com essa estratégia promovida pelo governador Renan Filho e articulada pelo secretário Antônio Pinaud. É uma postura que beneficia quem está socialmente excluído e promove uma circulação extra de recursos na economia dos municípios”, observou Lopes.

 

 

Agencia Alagoas

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *