Bruno Rangel marca duas vezes e Chapecoense vira contra o América

Chapecoense e América-MG se enfrentaram pela primeira vez em uma partida válida pela elite do Brasileirão. Mas o time catarinense precisou de um velho conhecido dos encontros da Série B para fazer a diferença e sair de campo com a vitória por 3 a 1 de virada. Bruno Rangel, autor de dois gols contra o Coelho nos jogos anteriores, voltou a marcar por mais duas vezes e foi o destaque da vitória do Verdão dentro de casa.

O América saiu na frente com Rafael Bastos e a Chapecoense igualou com Bruno Rangel, ambos de pênalti. A virada dos anfitriões veio com Silvinho, já nos minutos finais, e Bruno Rangel, mais uma vez, fechou a conta.

Com o resultado, o Chapecoense começa bem o Brasileirão e foi aos quatro pontos na tabela, enquanto o América permanece com zero. No meio da semana, o Verdão visita o Flamengo, enquanto o Coelho recebe o Vitória, ambos na quarta-feira.

O jogo

Tempo feio e futebol também na Arena Condá. Debaixo de uma garoa fina, Chapecoense e América pouco produziram e chamaram mais atenção pelo primeiro tempo polêmico do que por momentos de emoção. O lance de maior destaque foi o pênalti marcado em cima de Rafael Bastos, muito reclamado pelo time mandante. Na cobrança, ele mesmo bateu e converteu. O restante do primeiro tempo foi pobre tecnicamente e sem grandes sustos para as duas equipes. Melhor para o time visitante, que conseguiu controlar o adversário, descer ao ataque em alguns momentos e sair para o intervalo com a vantagem no marcador.

O segundo tempo mal começou o outro pênalti polêmico mudou o cenário do jogo, agora a favor da Chape. A arbitragem marcou puxão de Sueliton em cima de Marcelo. O atacante Bruno Rangel cobrou fraco, mas inalcançável para o goleiro João Ricardo. Tudo igual, 1 a 1.

Depois do gol, a Chapecoense melhorou e foi para cima, enquanto o América continuou com dificuldades para mostrar seu repertório. Fechado em campo, o time mineiro sequer conseguiu contra-atacar em velocidade, e quando conseguiu, não aproveitou as boas chances que teve. A virada passou a ser questão de tempo. Próximo dos 30 minutos, Silvinho aproveitou o rebote de João Ricardo, que já fazia milagres na partida, e balançou as redes. No minuto seguinte, aproveitando o apagão e desorganização do adversário, Bruno Rangel bateu rasteiro no contrapé do goleiro, de dentro da área, e decretou o triunfo do Verdão. 3 a 1 placar final.

CHAPECOENSE 3×1 AMÉRICA-MG

Motivo: 2ª rodada, Brasileirão 2016

Data/Hora: 22/05/2016, às 16h

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão

Assistentes: Bruno Raphael Pires e Rafael Trombeta.

GOLS: Rafael Bastos, 19’1ºT (0-1); Bruno Rangel, 2’2ºT (1-1); Silvinho, 31’2ºT (2-1); Bruno Rangel, 32’2ºT (3-1)

Cartões amarelos: Sueliton, Danilo, Artur, Alison (AME)

Cartão vermelho: Não teve.

Público/Renda: Ainda não divulgados.

Chapecoense: Danilo; Gimenez, Marcelo, Rafael Lima e Dener; Josimar, Gil, Cleber Santana e Lucas Gomes (Hyoran – 22’2ºT); Ananias (Silvinho – 11’1ºT) e Bruno Rangel (Kempes – 42’2ºT). Técnico: Guto Ferreira

América-MG: João Ricardo; Artur (Sávio – 34’2ºT), Alison e Sueliton; Hélder, Leandro Guerreiro, Claudinei, Rafael Bastos e Danilo; Tiago Luís e Willian Barbio (Vitinho – 42’1ºT). Técnico: Givanildo Oliveira.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *