Últimas

Chanceler venezuelana chama Almagro de "escória" por críticas a Maduro

A chanceler venezuelana, Delcy Rodríguez, chamou nesta quarta-feira Luis Almagro de “escória imperialista”, em resposta às afirmações do titular da OEA sobre o presidente Nicolás Maduro estar se tornando um “ditadorzinho” se bloquear o referendo revogatório contra ele.

“Sr @Almagro_OEA2015 cada vez que faz uma declaração destila seu ódio contra a Venezuela e suas autoridade legítimas. Você faz parte da escória imperialista”, assinalou a ministra das Relações Exteriores em sua conta no Twitter.

Em uma carta aberta onde deixou de lado o tom diplomático, Almagro se dirigiu a Maduro afirmando que “negar a consulta ao povo, negar-lhes a possibilidade de decidir”, o transformaria em “um ditadorzinho a mais, como tantos que o continente tem tido”.

Com a hashtag “Fora Almagro”, Rodríguez declarou que a “palavra povo” não cabe na boca do secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), pois “só repete ‘livretos’ ditados pelos amos imperialistas”.

“Você jamais dará ordens à Venezuela!”, prosseguiu a chanceler, acrescentando que diante da “falta de dignidade e de coragem”, a Almagro “só resta se abrigar nas botas bélicas de seu dono americano!”.

O contraponto tem como contexto uma subida de tom, pois Maduro chegou a chamar de “lixo” o secretário da OEA, alegando que este estaria se colocando parcialmente a favor da oposição e suas tentativas de tirá-lo do poder.

Na terça-feira, em uma coletiva de imprensa retransmitida por várias embaixadas venezuelanas, o presidente socialista chamou Almagro de “traidor” e assegurou conhecer “segredos” do diplomata, que acusou ter chegado ao cargo como parte de um plano consolidado pelos Estados Unidos para assegurar a defesa de seus interesses.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *