Últimas

Chelsea se defende de protestos por alto preço da nova camisa

Londres, 5 mai (EFE).- A direção do Chelsea se manifestou nesta quinta-feira, por meio de comunicado, para defender o preço de venda da camisa que será utilizada na próxima temporada e foi lançada ontem pela Adidas com o preço de 90 libras (R$ 460).

De acordo com o clube inglês, o valor foi definido por se tratar de um modelo “autêntico”. A peça, definida como “retrô”, tem impressa vários leões com o bastão da Abadia de Westminster, com há no dos ‘Blues’.

O preço elevado provocou reação dos torcedores, que fizeram diversas manifestações nas redes sociais

O clube destacou que, além da versão original, que custa 90 libras, estão disponíveis para o público as réplicas da camisa, no valor de 55 libras (R$ 281) para adultos e 45 libras (R$ 230) para crianças e adolescentes.

“Há quem gosta de adquirir o modelo autêntico, que é mais caro, e estamos felizes de poder oferecer isso. No entanto, o Chelsea vende réplicas, como muitos outros clubes europeus”, garantiu um porta-voz do clube.

De acordo com informações do Chelsea, 99% das peças vendidas no Reino Unido serão réplicas.

O novo uniforme terá estreia em jogo da equipe feminina do clube, na final da Copa da Inglaterra, contra o Arsenal, em Wembley, em 14 de maio. No dia seguinte, o time masculino o utiliza pela primeira vez, em duelo com o Leicester, pelo Campeonato Inglês.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *