Últimas

Como CR7 pode ajudar o São Paulo a ganhar a Libertadores

Em todas as temporadas nas quais o astro do Real Madrid conquistou a Champions League, um time treinado por Edgardo Bauza conquistou o troféu sul-americano

O futebol é um esporte que envolve muitas coisas além das quatro linhas: superstição de torcedores, jogadores, treinadores e membros de comissões técnicas. E também coincidências. Uma delas envolve Cristiano Ronaldo, e é particularmente interessante para o São Paulo, semifinalista na edição 2016 da Copa Libertadores da América.

Em 2008, o craque português conquistou a sua primeira Champions League. CR7 balançou as redes no tempo normal, quando o seu Manchester United ficou no empate em 1 a 1 com o Chelsea. Na disputa por pênaltis, desperdiçou a sua cobrança e caiu no choro de alegria (e alívio!) quando o troféu terminou, ainda assim, com os vermelhos de Old Trafford.


GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Confira como o São Paulo venceu o Palmeiras | Polêmica de treinadores no Choque Rei? | Saiba as últimas notícias de CR7!


Meses depois, a LDU treinada por Edgardo Bauza calava um Maracanã repleto de tricolores esperançosos. O time equatoriano foi derrotado por 3 a 1, em noite espetacular de Thiago Neves pelo Fluminense, mas como o resultado da ida tinha sido 4 a 2 o título foi decidido nos pênaltis. Melhor para a LDU e Edgardo “Patón” Bauza, que ficaram com o troféu pela primeira vez.

CR7 campeão da Champions tem sido sinônimo de Bauza campeão na Libertadores 

Seis anos depois a história se repetiu: título de Cristiano Ronaldo na Champions League, e Edgardo Bauza levando uma equipe por ele treinada ao topo da América do Sul. Com o Real Madrid, o luso levantou a taça orelhuda em seu país, com a final sendo disputada no Estádio da Luz, em Lisboa. Cerca de três meses depois, o San Lorenzo de Bauza exorcizou os fantasmas e conquistou pela primeira vez a Libertadores, vencendo o Nacional do Paraguai por 1 a 0 no jogo de volta.

Bom, CR7 não jogou tão bem na decisão contra o Atlético de Madrid. Mas foi de seus pés o gol da vitória, na disputa de pênaltis. O torcedor do São Paulo pode esboçar um sorriso no canto do rosto, afinal de contas o treinador da equipe do Morumbi é Edgardo Bauza! Na semifinal, o adversário é o Atlético Nacional, de Medellín.

O primeiro jogo das semifinais será realizado no dia 6 de julho, no Morumbi. Caso passe pelos colombianos, o São Paulo enfrenta na final Boca Juniors ou Independiente del Vale.

Números do São Paulo na Libertadores 2016


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *