Últimas

Conheça o local do futuro data center de US$ 2 bilhões da Apple

A Apple está investindo US$ 5 bilhões na construção de sua nova sede em Cupertino, mas esse não é o único projeto imobiliário de bilhões de dólares que a gigante da tecnologia está trabalhando.

Em Mesa, no Arizona, a empresa está construindo um data center de US$ 2 bilhões, que não só irá armazenar backups do iCloud e arquivos do iTunes, mas também irá fornecer supervisão de outros centros de dados remotos e co-localizados da companhia.

O centro de processamentos de dado ficará em uma área de mais de 110 mil metros quadrados, que já foi utilizada como fábrica de painéis solares e como unidade da GT Advanced Technology, um fornecedor da Apple.

No entanto, o local não está em suas melhores condições. No ano passado, os painéis solares montados no telhado pegaram fogo. Pouco antes, a GTAT, fornecedor de safira da companhia, entrou em falência após não conseguir atingir os padrões desejados e a Apple já estava se preparando para deixar o prédio vago quando o governador do Arizona, Doug Ducey, convenceu a empresa a montar o Data Center lá.

A Apple informou ao governo local que pretende enviar um executivo para a região, além de iniciar os trabalhos com 150 vagas disponíveis; a previsão é de que sejam abertas até 500 vagas de emprego. Em dezembro, foi divulgada uma única vaga de gerente do centro de dados. Esse trabalho deverá incluir a gestão de todas as atividades relacionadas às instalações, incluindo sistemas elétricos e mecânicos.

Parte do que torna o centro de dados de um “centro de comando” é que ele será composto parcialmente por funcionários da Apple e irá supervisionar outros centros de dados. O CFO Luca Maestri disse o prefeito de Mesa que a Apple comprometeu US $ 2,2 bilhões em gastos de capital ao longo dos próximos 10 anos

Parte do acordo que atraiu a empresa inclui significativas reduções de impostos – de até US$ 5 milhões por ano – na forma de créditos fiscais em energia renováveis. É por isso que o telhado é coberto de painéis solares. Apple afirma que quando a instalação estiver em plena operação, ela vai tirar proveito de 70 megawatts de energia solar.

Durante o incêndio 33 máquinas deixadas pela GTAT foram completamente destruídas e outras 18 ficaram danificadas. Veja fotos do local:

Via Business Insider

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *