Últimas

CSA e CRB terão desfalques e aguardam departamento médico antes da decisão

O CRB venceu o primeiro jogo e terá a vantagem sobre o CSA no jogo que decide o Campeonato Alagoano no próximo domingo. Mas, as duas equipes tem problemas em comum para a partida, desfalques e a necessidade de aguardar o departamento médico para definir os times.

Precisando do resultado, o técnico Oliveira Canindé terá um grande problema. Um dos jogadores mais importantes do CSA está de fora justamente na ultima partida da competição, o lateral-esquerdo Rafinha, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Rafinha desfalca o time marujo na decisão (Foto: Thiago Davino)

Rafinha desfalca o time marujo na decisão (Foto: Thiago Davino)

Outro jogador que foi titular durante todo o estadual e pode ficar de fora é o volante Panda. O jogador está há três partidas fora do time por um problema muscular e está sendo avaliado. O jogador está no processo de transição, começando os trabalhos com bola e só o treinamento de sábado vai definir a sua participação na partida.

Do lado do CRB também há problema. O meia Dakson também recebeu amarelo e não joga a decisão da competição. No entanto, o técnico Mazola Junior pode testar outras opções, já que o jogador não é titular absoluto do time.

No departamento médico do clube está um dos principais jogadores alvirrubros. O volante Olívio, capitão no último jogo por conta da ausência de Gabriel, sofreu uma pancada no tornozelo direito e teve a sua participação no jogo de domingo ameaçada.

Olívio está praticamente garantido na partida (Foto: Thiago Davino)

Olívio está praticamente garantido na partida (Foto: Thiago Davino)

Porém, o médico do CRB, Orlando Baia, deixou claro que o problema do jogador não é grave e que evoluindo de maneira natural, o atleta não será problema para o encerramento do Alagoano.

CSA e CRB se enfrentam no domingo, às 16h00 no Estádio Rei Pelé. O time marujo é o mandante do jogo, terá o apoio da sua torcida, mas terá de reverter uma vantagem de dois gols para levar a decisão para prorrogação. Só uma vitória por três gols dará o título ainda no tempo normal.

 

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *