Últimas

Cuca credita derrota a gols perdidos no começo e dá Jesus como desfalque

Ainda que o Palmeiras tenha saído derrotado pelo São Paulo, o técnico Cuca não faz uma análise pessimista da partida. Para ele, caso oportunidades claras de gol não tivessem sido perdidas logo no começo, o desfecho do jogo teria sido diferente.

“Se você sai na frente, você vira o protagonista da estratégia. Infelizmente, não estivemos bem. Tentamos jogadores com velocidades nas pontas; tentamos o Dudu na armação, que deu certo no primeiro tempo e nem tanto no segundo; colocamos o Rafael Marques para começar jogadas mais atrás As coisas não fluíram bem”, disse.

O técnico vê evolução em relação à outra derrota que o time sofreu no Brasileiro, para a Ponte Preta.

“Hoje foi melhor do que em Campinas, tivemos momentos comandando o jogo. Por que no segundo tempo o São Paulo teve mais chances? Foram todas em cima dos erros do Palmeiras. No erro da armação de jogadas, na meia cancha, onde erramos muitos passes, muitos deles infantis, o São Paulo roubava a bola e tinha contra-ataque”, analisou.

Veja vídeo

Cuca ainda disse que o meia Dudu não fez boa partida.

“Ele não fez boa partida. Fez um lance bonito tecnicamente [um chapéu no primeiro tempo], mas não teve produção ofensiva boa. Ele é importantíssimo, tem que render mais”.

O atacante soube das críticas feitas pelo treinador e rabateu.

“Eu tenho minha cabeça tranquila, fiz meu papel, meu melhor para ajudar a equipe. Infelizmente não conseguimos a vitória. Não entendo porque não tive um dos meus melhores dias. Se olhar os lances do primeiro tempo, do segundo, não estou entendendo as críticas. Infelizmente é assim. Quando perde, acha alguém para criticar. É pensar para frente”, afirmou.

Sobre Gabriel Jesus, cotado para ser convocado para a seleção brasileira para disputar a Copa América em caso de corte de Rafinha, Cuca já dá o desfalque como quase certo.

“Teremos o time em outro contexto, vamos ter que pensar em outra formação”, disse, pensando no confronto contra o Grêmio na quinta-feira (2), no Pacaembu. O Allianz Parque estará em preparação para show do cantor Eros Ramazzoti.

“Poderíamos ter começado o jogo com o Moisés, que vai fazer esse trabalho [de armação de jogadas], mas ainda não tem condição natural de 90 minutos. De repente vai iniciar jogos para ser nosso articulador”, adiantou.


Fonte: Folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *