Curry volta a jogar como MVP e Warriors empatam série com Thunder

Oakland (EUA), 18 mai (EFE).- O armador Stephen Curry mostrou nesta quarta-feira porque foi escolhido MVP pela segunda temporada seguida e, com 28 pontos, liderou o Golden State Warriors na vitória, em casa, por 118 a 91, sobre o Oklahoma City Thunder, no segundo jogo da série de melhor de sete das finais da Conferência Oeste, que está empatada em 1 a 1.

Ao lado de Curry, outros seis jogadores tiveram números de dois dígitos, entre eles três titulares, com o ala-armador Klay Thompson à frente, com 15 pontos e quatro assistências.

Curry voltou a fazer a diferença no ataque dos Warriors, que se esqueceram da derrota sofrida no primeiro jogo da série, e atropelou a defesa do Thunder no terceiro período, ao anotar 17 pontos em menos de cinco minutos, que permitiram ao time californiano fechar a parcial com 20 pontos de vantagem no placar (88 a 68), deixando a vitória encaminhada.

O show de Curry começou faltando pouco mais de seis minutos para o fim do terceiro período, quando o MVP anotou uma bola de três e ainda sofreu uma falta do ala Kevin Durant, que reclamou da marcação da arbitragem e acabou sendo apontado com uma falta técnica.

Curry concluiu a jogada de quatro pontos e, apesar de Durant ter respondido com uma cesta de três, seguiu coma mão calibrada e anotou três arremessos seguidos de fora do perímetro, deixando a parcial em 76 a 59, faltando quase seis minutos para o fim do terceiro quarto, o que praticamente garantiu a vitória dos Warriors.

A principal estrela dos Warriors foi para o banco com o placar em 104 a 75 no começo da última parcial para ter seu merecido descanso, após uma grande atuação na qual anotou nove de 15 arremessos de quadra, entre eles cinco bolas de três, e teve 100% (5 de 5) nos lances livres. Curry também distribuiu três assistências, pegou dois rebotes, e roubou uma bola.

Sob a liderança do MVP, os Warriors se mantiveram a frente no placar durante toda a partida e controlaram o ritmo do jogo. Ao contrário do primeiro duelo com o OKC, os Warriors foram superiores no jogo dentro do garrafão e o banco de reservas também foi decisivo, ao combinar 50 pontos, com direito a três jogadores com números de dois dígitos, com destaque para o ala-armador Andre Iguodala (14 pontos).

Os homens altos da equipe também brilharam. Marreese Speights e o nigeriano Festus Ezeli anotaram 13 e 12 pontos, respectivamente, além de sete rebotes combinados, enquanto o pivô brasileiro Anderson Varejão, que ainda não tinha jogado nas finais, teve grande atuação dentro da área pintada ao conseguir quatro pontos e quatro rebotes em apenas seis minutos de ação.

Já o outro brasileiro do time californiano, o ala-armador Leandrinho, também conseguiu quatro pontos e acrescentou dois rebotes, duas assistências e duas roubadas de bola.

Como equipe, os Warriors obtiveram 51% (43 de 85) de acerto nos arremessos de quadra e 46% (13 de 28) nas bolas de três, contra 45% (35 de 78) e 30% (7 de 23), respectivamente, do Thunder, que também foram superados no duelo sob os aros, com 36 rebotes contra 45 do Golden State.

O destaque do Thunder foi Durant, cestinha do jogo com 29 pontos, além de seis rebotes. O ala foi seguido pelo armador Russell Westbrook, que não mostrou o mesmo brilho da última partida e terminou o duelo com um double-double de 16 pontos e 12 assistências.

Já o pivô neozelandês Steven Adams, que foi o fator surpresa no último jogo, não teve o mesmo desempenho e ficou restrito a nove pontos e dez rebotes.

O terceiro duelo das finais do Oeste acontece no próximo domingo, agora em Oklahoma City, na Chesapeake Energy Arena, onde também acontecerá o jogo 4 da série.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *