Decisão, já? Cinco primeiros jogos do Brasileiro dirão 'quem é' o Grêmio

“Os cinco primeiros jogos darão uma ideia de qual será nosso campeonato”. Essa frase do presidente do Grêmio Romildo Bolzan Júnior sintetiza o sentimento do clube sobre o início do Campeonato Brasileiro. O discurso, repetido pelos demais membros do comando, evidencia que as análises sobre jogadores e comissão técnica passam, diretamente, pela série complicada que abre o nacional. 

“As cinco primeiras rodadas vão dar uma cara de como o Grêmio vai se comportar no campeonato”, concordou o vice de futebol Alberto Guerra em sua apresentação, na terça-feira. E as palavras só repetem o dito pelo mandatário gremista. 

“O Grêmio tem por tradição ganhar dos grandes, mas não ir tão bem assim contra os que não são tão grandes. Conversamos sobre isso. As cinco primeiras rodadas dirão o desejo que temos no campeonato, aquilo que será nossa ambição. Isto está muito claro para nós. Os cinco primeiros jogos darão uma ideia de qual será nosso campeonato”, ressaltou o mandatário. 

Não será fácil sair-se bem desta rotina. São duelos contra Corinthians, Atlético-MG, Flamengo, Coritiba e Palmeiras. Todos rivais considerados complicados pelo clube gaúcho. Desses, apenas o time mineiro divide atenções entre Libertadores e Brasileiro.

O trabalho dos jogadores que não saíram-se bem no primeiro semestre, e também o do técnico Roger Machado estarão sob análise neste período. Infortúnios de rendimento, resultado ou mesmo falhas de comportamento podem simbolizar saídas do Tricolor. Em cinco jogos. 

“Viemos para cá porque acreditamos no trabalho que está sendo realizado. Não entraríamos se achássemos que era uma fria. O trabalho dessa direção é bastante interessante. O plantel é bom, só precisa de ajustes. Um trem que saiu dos trilhos e vamos colocar de novo para colher resultados. No futebol sempre estamos sob avaliação. Inclusive nós, diretores. Ontem (segunda-feira) conversei com Roger e estamos 100% com ele. Agora, o futebol, como nós, se não vencermos em cinco, seis, dez rodadas, temos que dar lugar a outros que venham solucionar os problemas do Grêmio”, explicou o vice de futebol gremista. 

O primeiro dos duelos decisivos mesmo ainda no primeiro mês de Brasileiro ocorre neste domingo, diante do atual campeão Corinthians, em São Paulo. O time de Tite também entra mais pressionado na competição, já que assim como o Grêmio foi eliminado nas oitavas de final da Copa Libertadores.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *