Últimas

Dilma poderá antecipar eleição presidencial para outubro

A falta de consenso dos movimentos sociais seria o principal motivo da presidente aida não ter se pronunciado. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.
A falta de consenso dos movimentos sociais seria o principal motivo da presidente aida não ter se pronunciado. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

O jornal O Globo publicou nesta segunda-feira uma reportagem em que afirma que a presidente Dilma Rousseff deverá enviar ao Congresso, nos próximos dias, uma emenda constitucional que estabelece novas eleições no dia 2 de outubro. Esta atitude é encarada por alguns senadores ouvidos pelo jornal como a cartada final do governo.

A falta de consenso dos movimentos sociais para uma possível eleição seria o motivo principal da demora da presidente a se pronunciar sobre nova eleição presidencial. A reportagem afirma que não há unanimidade entre os ministros, alguns concordam com a presidente, outros acreditam que a renúncia seria a negação do discurso de que o impeachment é um golpe.

Ainda de acordo com a reportagem, Dilma Rousseff faria um pronunciamento na próxima sexta-feira, em cadeia de rádio e TV, afirmando o desejo de eleições diretas. Ela também renunciaria ao cargo e pediria que o vice-presidente Michel Temer faça o mesmo. A reação de Temer sobre a ideia de eleição, como esperada, é não aceitar a proposta da presidente. Vale lembrar que por diversas vezes a presidente Dilma Rousseff negou rumores de que iria renunciar ao cargo.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *