Últimas

Dunga diz que "cada jogador vai ter oportunidade de ser protagonista"

Carson (EUA), 23 mai (EFE).- O técnico Dunga disse nesta segunda-feira que “cada jogador” convocado para a Copa América Centenário terá “a oportunidade de ser protagonista” durante o torneio, que será disputado nos Estados Unidos entre os dias 3 e 26 de junho.

“Cada jogador vai ter oportunidade de ser protagonista”, afirmou o técnico da seleção brasileira em sua primeira entrevista coletiva nos EUA, na cidade de Carson, na Califórnia, onde o Brasil vai treinar até sexta-feira.

“Todos vão ter chance de buscar seu lugar no grupo e de demonstrar suas qualidades, como já fizeram em outras ocasiões”, acrescentou o treinador.

O Brasil faz parte do Grupo B da Copa América junto com Peru, Haiti e Equador. Este último será seu adversário na estreia, no dia 4 de junho, em Pasadena.

“Todos os jogos serão difíceis. Todas as equipes melhoraram e temos que estar muito atentos e concentrados para resolver as partidas”, afirmou o técnico, que não avaliou as ausências de alguns jogadores do grupo, como Marcelo (Real Madrid) e Kaká (Orlando City).

“Sempre tentamos contar com os melhores jogadores. Há nomes aqui que devem aproveitar esta oportunidade e se transformar em referências dentro deste grupo. Alguns já demonstraram isso. Estamos em busca de mais líderes: tecnicamente e quanto à competitividade e liderança dentro de campo”, comentou Dunga.

“Buscamos gente que coloque em prática o que fazemos nos treinamentos; gente que incentive, que dê confiança, e que traga esperança aos demais”, avaliou o treinador.

O Brasil conquistou o título da Copa América em oito ocasiões, a última delas em 2007, sob o comando de Dunga, que reconheceu que a seleção sempre é favorita quando disputa uma competição.

“Sempre somos cobrados pelos resultados. Temos consciência do que podemos fazer. Temos sempre confiança em nós mesmos. Ao longo da história, o Brasil sempre demonstrou essa busca por resultados”, afirmou o técnico e ex-jogador de 52 anos.

Dunga, que não evitou um sorriso ao se lembrar da Copa do Mundo de 1994 que conquistou como jogador no estádio Rose Bowl, em Pasadena, ressaltou que os jogadores estão focados “somente” na Copa América e que “depois haverá tempo” para pensar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

“Estamos aqui e esta é a prioridade. Tudo tem seu momento e seu espaço”, opinou o comandante da seleção brasileira.

O treinador lembrou que ainda há jogadores que serão incorporados à concentração na Califórnia e que os treinamentos “serão muito personalizados”, em função dos jogos que cada um disputou em seus respectivos clubes e de seu estado físico.

“Vamos tirar conclusões para determinar que tipo de trabalho é preciso fazer e aproveitar o tempo da melhor maneira possível”, concluiu Dunga.

O Brasil teve um primeiro contato com as instalações do StubHub Center, em Carson, pela manhã e repetiu a sessão de treinamento durante a tarde com a incorporação de Douglas Costa, Rafinha Alcântara e Renato Augusto.

Nos próximos dias, espera-se a chegada de Elias, Daniel Alves, Filipe Luis e Casemiro.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *