Últimas

Eleições municipais no Líbano começam com pouca participação e denúncias

Beirute, 8 mai (EFE).- Os libaneses votam neste domingo para escolher seus prefeitos em algumas regiões do país, em eleições marcadas pela baixa participação e algumas irregularidades.

A maioria das listas eleitorais estão formadas por clãs e famílias tradicionais apoiadas por partidos políticos, mas pela primeira vez uma coalizão cidadã – “Beirute Madinati” – tenta romper as fidelidades tribais e sectárias que caracterizam a política libanesa.

Estas eleições, as primeiras desde 2010, acontecem hoje em Beirute e nas regiões de Bekaa, Hermel, Rachaya e Baalbek.

Segundo um comunicado do Ministério do Interior, ao meio-dia (9h em Brasília), a participação era de 10,76% em Beirute e de entre 21% e 28% nas outras regiões.

A Associação Libanesa para Eleições Democráticas registrou várias infrações, sobretudo em Beirute e Zahle, por meios de comunicações, políticos e candidatos, que pediam votos aos eleitores.

Outras irregularidades detectadas foram propaganda eleitoral e a proibição de alguns interventores de entrarem nos colégios eleitorais, segundo o comunicado desta ONG.

Em Zahle, uma briga no bairro de Hoch el Omara entre partidários de duas listas rivais, obrigou o exército a intervir depois de trocas de acusações de compra de votos.

Cerca de 20 mil soldados e policiais foram desdobrados para evitar qualquer incidente, e o ministro do Interior, Nuhad Machnuk, visitou as regiões onde há votação.

As eleições municipais são realizadas a cada seis anos no Líbano, que não tem desde maio de 2014 um presidente da República por desavenças entre os grupos rivais, e com um parlamento que prorrogou seu próprio mandato, iniciado em 2009.

Pela primeira vez, uma lista integrada por membros da sociedade civil, “Beirute Madinati” (Beirute minha cidade), se lançou à corrida eleitoral com a esperança de substituir a classe dirigente, que inclui senhores da guerra civil (1975-1990).

No próximo domingo estão previstas as eleições municipais na região de Monte Líbano, no seguinte no sul e Nabatiyeh e por último nas no norte e em Akkar.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *