Últimas

Em nota, senadores do PT dizem que Janot quer 'disputar protagonismo'

A bancada do PT no Senado divulgou nota nesta quarta-feira, 4, em reação à decisão do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de oferecer denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato.

Na nota, onde reiteram apoio irrestrito a Lula, os senadores argumentam que a peça apresentada pela PGR é baseada em hipóteses, induções e suposições de ações anteriores do Ministério Público. A bancada acusa Janot de querer disputar protagonismo nesse momento de crise política no Brasil e afirma que a decisão é seletiva.

De acordo com a bancada petista no Senado, não existem provas do conteúdo que foi delatado pelo senador Delcídio Amaral (sem partido-MS), que serviu de base para o pedido de Janot ao STF. A nota divulgada no site do partido no Senado afirma, ainda, que Lula sempre colaborou para o esclarecimento da verdade em relação ao caso, inclusive quando prestou esclarecimentos ao procurador-geral da República.

Na petição que encaminhou ao STF, Janot requer a inclusão do ex-presidente no inquérito mãe da Lava Jato, sustentando que a organização criminosa não teria atuado tão intensamente e de forma tão agressiva sem a participação de Lula.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *