Últimas

Emma Watson apoia campanha 'Estupro não é culpa da vítima' na web

Emma Watson no tapete vermelho no baile gala do MET em Nova York (Foto: Reuters)Emma Watson no tapete vermelho no baile de gala do MET em Nova York no início do mês de maio (Foto: Reuters)

Emma Watson já deu provas o suficiente de seu engajamento pelas causas humanitárias e feministas. Desta vez, a atriz compartilhou neste domingo, 29, em seu perfil oficial no Twitter a hastag “Estupro não é culpa da vítima”, que faz referência à campanha criada na web para protestar em defesa da jovem de 16 anos que foi vítima de um esutpro coletivo no Rio.

Mesmo sem qualquer outra declaração da atriz sobre o caso, os fãs de Emma repercutiram sua atitude e agradeceram o apoio. “O estupro tira a vida, a alma e os sonhos do ser humano. Não vamos conseguir agradecer o suficiente pelo seu apoio”, escreveu uma seguidora e outra completou: “Rainha demais! Isso só mostra a sua consciência com o feminismo e a seriedade do assunto. Obrigada!”

Entenda o caso
Na segunda-feira, 23, uma menina de 16 anos sofreu um estupro coletivo em uma comunidade da Zona Oeste do Rio. Segundo o site G1, em depoimento à polícia, ela disse que foi até a casa de um rapaz com quem se relacionava há três anos. Ela afirma que estava a sós na casa dele. A próxima lembrança que tem é apenas de domingo, quando acordou em uma outra casa, na mesma comunidade, com 33 homens armados com fuzis e pistolas. Ela destacou que estava dopada e nua. A polícia já pediu a prisão de quatro homens.

Na quinta-feira, 26, a jovem foi levada para o setor de ginecologia do Hospital Maternidade Maria Amélia, que é anexo ao Souza Aguiar, para fazer exames. A polícia já identificou dois dos criminosos, que terão as prisões preventivas pedidas. A vítima passou a madrugada no Instituto Médico-Legal e já foi ouvida na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que investiga o caso. O Ministério Público informou que está acompanhando o caso e que já recebeu 800 denúncias, pela ouvidoria.

Nesta quinta, famosos como Monica Iozzi, Claudia Ohana, Carolina Dieckmann, Giselle Batista, Sophia Abrahão, Marília Gabriela, entre outras, usaram as redes sociais para se manifestarem contra a violência sofrida pela menina.

Emma Watson em seu perfil no Twitter (Foto: Reprodução)Emma Watson em seu perfil no Twitter (Foto: Reprodução)

 

 

 

 


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *