Especialistas em defesa fazem campanha para manter o Reino Unido na UE

Ex-chefes de espionagem da Grã-Bretanha pediram aos eleitores para manter o Reino Unido na União Europeia, argumentando que a aliança dá à sua nação uma vantagem na obtenção de inteligência anti-terror e sustenta a paz continental.

O apelo, publicado neste domingo pelo ex-diretor-geral do MI5, Jonathan Evans, e pelo ex-chefe do MI6, John Sawers, provocou uma resposta feroz dos ativistas que defendem a saída da Grã-Bretanha dos 28 países da UE no referendo 23 de junho.

A entrevista dos especialistas em inteligência ao jornal Sunday Times enfatizou a opinião de que a adesão à UE significava que a Grã-Bretanha poderia moldar políticas fundamentais sobre o compartilhamento de inteligência anti-terror. Sawers disse que uma saída britânica enfraqueceria o bloco e tem potencial para provocar problemas políticos na região. Os ativistas pró-saída responderam que a Grã-Bretanha, estando fora da União Europeia, poderia desenvolver e compartilhar sua inteligência livremente, e defenderia melhor suas fronteiras.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *