Federer põe em dúvida presença em Roland Garros e pode interromper recorde

A 10 dias do início de Roland Garros, o suíço Roger Federer ainda coloca a sua participação no Grand Slam de Paris em dúvida. Após perder nas oitavas de final do Master de Roma para Dominic Thiem nesta quinta-feira, o tenista diz que ainda sente dores nas costas.

“Eu sinto que agora, obviamente, o tempo começa a contar mais em direção a Paris. Os próximos 10 ou 12 dias são realmente importantes para eu me recuperar e, em seguida, fazer um plano”, disse.

Federer tem um recorde de 65 participações seguidas em torneios de Grand Slams, que pode ser interrompido caso ele não consiga se recuperar a tempo de Roland Garros. “Eu sinto que o corpo não está pronto”, confessou o suíço.

A temporada de Federer está sendo marcada por problemas físicos. O tenista passou por uma operação no joelho em fevereiro e ficou fora do Masters de Madri por sentir dores nas costas. Ele jogou apenas dois torneios desde o final de janeiro.

Depois de vencer Alexander Zverev na última quarta-feira, por exemplo, o suíço afirmou que só havia decidido jogar pouco depois do aquecimento. De qualquer forma, ele comemorou ter voltado às quadras.

“Era importante que eu não tivesse nenhum contratempo. Eu estou tão feliz que eu não me machuquei novamente nesta semana, valeu a pena eu ter entrado em quadra. Tudo bem, ficou comprometido (sua atuação), mas eu não me importo com isso. Estou tão feliz, passei pelo torneio e agora e eu posso olhar para frente”, disse.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *