Últimas

Hilda Hist é celebrada em leituras dramáticas e exposição

A escritora Hilda Hilst (1930-2004) se tornou objeto de fascínio e espanto para quem conhece e admira sua obra. Os textos que deixou são a base da Ocupação Casa do Sol: um encontro com Hilda Hilst, realizada pela Corujas. Nesta sexta-feira, às 20h, será realizada uma leitura dramatizada da trilogia Obscena no Coletivo S6xto Andar com as atrizes Fabiana Pirro, Nínive Caldas, Silvinha Góes e o ator Cláudio Ferrário.

Os intérpretes trazem personagens dos livros O caderno rosa de Lori Lamby, Contos D’escárnios, Cartas de um sedutor, Textos grotescos e Bufólicas. Já no sábado, às 16h, o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (Mamam) recebe as ações do evento, começando com a combinação de poesia, artes visuais e música.

Haverá a audição da Rádo HH – 911 MHZ – Poema aos homens de nosso tempo, de Paulo Meira e exposição da artista Ceci Silva como resultado do estudo da obra Contos de escárnio grotesco. Em seguida, exibição de videoarte de Mariana de Matos como estudo sobre a obra Do desejo e uma conversa aberta com a diretora do Instituto Hilda Hilst, Olga Belinky, a idealizadora da ocupação, Bruna Leite e o artista visual Paulo Meira.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *