Últimas

Homem que diz ter criado o e-mail processa site por difamação e pede US$ 35 mi

Um homem de Massachusetts está processando um grupo de mídia por difamação, alegando ter inventado o e-mail em 1978, quando tinha 14 anos. Como recompensa pelos problemas que enfrentou, o americano pede US$ 35 milhões.

Há anos Shiva Ayyadurai luta para ser reconhecido como o inventor do e-mail. Ele até tem um site, www.inventorofemail.com. Agora, Ayyadurai decidiu processar a Gawker, controladora do site Gizmodo, além de pedir uma retratação pública referente a dois artigos publicados em 2012: “Corrupção, mentiras e ameaças de morte: A história louca do homem que fingiu inventar o e-mail” e ” O inventor do email não inventou e-mail?”.

Depois dos artigos, o homem teria tido palestras canceladas, além de ter seu contrato para lecionar no departamento de bioengenharia do MIT e o financiamento de seu laboratório revogados.

[embedded content]

Polêmica

“A verdade é que eu inventei e-mail em 1978, quando fui contratado como pesquisador de 14 anos de idade na Universidade de Medicina e Odontologia de Nova Jersey (UMDNJ), localizada em Newark. Eu tinha que criar um sistema de software que duplicasse os recursos do sistema de mensagens de dentro do escritório, que era simplesmente um envelope pardo que, fisicamente, circulou em torno de um local de trabalho. O envelope continha o memorando com anexos e comentários de vários destinatários sobre um determinado tópico. Eu nomeei meu software ‘e-mail’, (um termo nunca usado antes no idioma Inglês), e até mesmo recebi o primeiro Copyright dos EUA para esse software, me reconhecendo oficialmente como o inventor do e-mail, em um momento em que os direitos de autor eram a única maneira de reconhecer invenções de software”, explica Ayyadurai.

“Reivindicar a autoria do o nome de um produto que é o termo genérico para uma tecnologia universal é um jogada inteligente. Mas criar um tipo de avião chamado ‘avião’ não faz de você Wilbur Wright…”, contesta Sam Bidlle, do Gizmodo.

O primeiro e-mail

Segundo registros da ARPANET, precursora da internet, há diversos documentos que detalham tecnologias semelhantes, datadas de antes da reivindicação de Ayyadyrai. Muita gente acredita que o que Ayyadurai fez foi escrever um programa e registrá-lo como “email” em 1982. A primeira mensagens entre dois computadores teria sido enviada em 1971, pela ARPANET. Assim, o inventor do e-mail seria o pesquisador Ray Tomlinson, e não Ayyadyrai.

O advogado do requerente, no entanto, refuta os indícios, declarando que os sistemas eram totalmente diferentes do que chamamos de e-mail hoje e ressaltando: “Dr. Ayyadurai escreveu 50.000 linhas de código para espelhar o mesmo sistema que usamos hoje, ele nomeou-o ‘e-mail'”.

O processo deve seguir nos próximos meses nos Estados Unidos

Via ArsTechnica

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *