House of cards à francesa, série com Gérard Depardieu estreia na Netflix

Foto: Netflix/Divulgação
Foto: Netflix/Divulgação

A Netflix se consolidou no mercado com House of cards, primeira produção original de sucesso, com Kevin Spacey no papel de Frank Underwood. Atualmente na quarta temporada, a série desnuda a sujeira dos bastidores políticos. Com viés semelhante, a disputa pelo poder é a premissa da estreante francesa entre os originais da plataforma de streaming. Marseille chega ao catálogo hoje para contar a história fictícia de Robert Taro, prefeito na luta pela permanência do cargo.

O ator e cineasta Gérard Depardieu foi escolhido para protagonizar a série. No passado, ele apoiou um jovem político, Lucas Barrès (Benoît Magimel), que nas próximas eleições se tornará o principal adversário dele. Com a proximidade do período eleitoral, Taro deve se posicionar para se destacar diante do homem que treinou para sucedê-lo. Lidando com temas como tráfico de drogas, sindicatos e politicagem, a série apresentará os bastidores da política francesa em oito episódios de uma hora cada.

Os dois primeiros capítulos têm direção de Florent-Emilio Siri, o mesmo de My way: O mito além da música e Na mira do inimigo. O elenco também conta com Géraldine Pailhas (Jovem e bela), Nadia Farès (Rios vermelhos), Pascal Elso (Inimigo público nº 1: Parte 2) e Gérard Meylan (As neves do Kilimanjaro).

Com 77 milhões de assinantes no planeta, o serviço investe em produções estrangeiras. Até agora, foram encomendados 12 projetos na Europa e América Latina, como a série Club de cuervos, atualmente na segunda temporada, a primeira em espanhol. Desde março, a Netflix grava a primeira série brasileira, 3%, prevista para 2017. A plataforma anunciou um novo seriado na Espanha, Gran Hotel, Velvet. O seriado Narcos, cuja segunda temporada está prevista para o próximo semestre, é um exemplo de inserção no mercado latino, já que a trama é bilíngue.

Assista:

[embedded content] Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *