Últimas
20160513144109620427e

Ipem-PE apreende 30 escadas metálicas durante a ação Casa e Jardim

Agentes do Ipem-PE apreenderam escadas em um estabelecimento do Recife sem certificação do Inmetro. Foto: Ipem-PE/Divulgação
Agentes do Ipem-PE apreenderam escadas em um estabelecimento do Recife sem certificação do Inmetro. Foto: Ipem-PE/Divulgação

O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE) realizou, durante esta semana, uma operação nacional de fiscalização exigida pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), nomeada Casa e Jardim, que foi finalizada na tarde desta sexta-feira.

Na ação, agentes fiscalizadores do órgão percorreram comércios varejistas e atacadistas de Recife e Caruaru para verificar se os equipamentos utilizados na manutenção de residências e jardins atendem aos requisitos estabelecidos na regulamentação. Durante a operação, foram apreendidas 30 escadas metálicas em um estabelecimento do Recife, todas sem o selo de certificação do Inmetro.

A ação, segundo o Ipem-PE, busca vistoriar se produtos como escada metálica doméstica, churrasqueira elétrica para uso externo, lavadora elétrica de alta pressão, eletrificador de cercas (doméstico ou rural), roçadeira/aparador elétrico de grama, pistola elétrica de solda, aparelho elétrico de aquecimento de sauna, assoprador elétrico para limpeza de jardins e tesoura elétrica para corte de grama, possuem selo de identificação em conformidade com as exigências do Inmetro.

Caso produtos irregulares sejam encontrados em um estabelecimento, eles serão recolhidos e a empresa pode ser multada em valores que vão de R$ 100 a R$ 1,5 milhão. Segundo Pedro Paulo de Carvalho Neto, presidente do Ipem-PE, “todos esses itens devem atender aos requisitos mínimos de segurança e o nosso objetivo é justamente impedir qualquer chance de ocorrer algum tipo de acidente”�. Em caso de denúncias, o consumidor deve ligar para a Ouvidoria do Ipem Pernambuco que é o 0800 081 1526.

Com informações do Ipem-PE

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *