Últimas

Israel julga soldado que executou palestino ferido

Jaffa, Israel, 9 Mai 2016 (AFP) – O julgamento de um soldado israelense acusado de ter executado um palestino ferido, que estava no chão e não oferecia resistência, começou nesta segunda-feira em um tribunal militar de Jaffa, perto de Tel Aviv.

O presidente da corte, formada por três juízes militares, leu a acusação para Elor Azaria, 19 anos, que estava de uniforme, sentado na primeira fila de uma pequena sala de audiência e ao lado da família.

Elor Azaria, que também tem nacionalidade francesa, foi acusado de matar com um tiro na cabeça, em 24 de março, um palestino ferido, que estava no chão, em Hebron, ao sul da Cisjordânia ocupada.

Antes, o palestino havia atacado soldados com uma faca.

O caso divide profundamente a opinião pública israelense, entre os que defendem que o exército tem que respeitar os valores éticos e utilizar a força de forma proporcional e os que defendem o soldado, ante multiplicação de ataques palestinos nos últimos meses.

dar-lal/fp

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *