Últimas

Jovens Alagoanos recolhem assinatura para manifesto contra Temer

Aconteceu no último domingo (22), no posto 7, localizado na praia de Jatíuca, a primeira manifestação contra o governo Temer em Alagoas. Sendo assim, os jovens alagoanos que não concordam com o governo do presidente interino Michel Temer decidiram se posicionar através de um manifesto produzido coletivamente e que foi lançado no ato.

Para assinar o documento é necessário o nome completo, o curso e a instituição que o jovem frequenta.

O jovem interessado em assinar, deve acessar a página no Facebook “Juventude Alagoana Sem Temer” (https://www.facebook.com/juventudesemtemer/) e comentar na área destinada ao recolhimento de assinaturas. Confira abaixo o manifesto na íntegra:

MANIFESTO “JUVENTUDE ALAGOANA SEM TEMER”

 

Nós, que constituímos a juventude alagoana, dispomo-nos ao público, através deste manifesto, a nossa preocupação referente ao governo ilegítimo do presidente interino Michel Temer e a sua proposta neoliberal contrária àquela acordada em 2014 nas eleições presidenciais, quando, na oportunidade, a presidenta Dilma Rousseff foi reeleita democraticamente com 54.501.118 votos. 

 

Expressamos nosso repúdio à maneira como o governo presente está atuando na resolução das adversidades políticas, sociais e econômicas, no tocante à falta de representatividade nos ministérios, que sofrem a ausência de mulheres e negros, a extinção do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos e do Ministério da Cultura, que foi mesclado ao da Educação; suspensão de contratos em programas sociais voltados à educação (PROUNI, FIES, PRONATEC, etc), nomeação de investigados na Lava Jato em sete ministérios, destacamos também o líder do atual governo, que surpreendentemente é investigado por tentativa de homicídio. Também lamentamos o fim da Controladoria Geral da União – órgão que vinha combatendo efetivamente a corrupção.

 

Isso posto, é oportuno observarmos que há uma agenda política conservadora que propõe inúmeros retrocessos às conquistas sociais do povo brasileiro, construídas ao longo da nossa história política, antagônica a que foi consagrada pelas urnas nas últimas eleições presidenciais e é abraçada pelo poder executivo atual.
Diante das questões mencionadas, após uma breve análise da atual conjuntura política do nosso país, nós, jovens alagoanos abaixo assinados, queremos a deposição do governo interino do presidente Michel Temer. 

 

Não reconhecemos este governo e a maneira como ele se pôs.

 

Maceió-AL, 20 de maio de 2016.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *