Últimas

Jucá se defende no Twitter e diz que conversa está fora de contexto

Em sua conta no Twitter o ministro do Planejamento, Romero Jucá, voltou a negar que tentou obstruir as investigações da Operação Lava Jato junto ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, como sugere a conversa vazada no início desta segunda-feira. “Ninguém em sã consciência pode achar que pode haver tentativa de barrar a lava jato”, disse em um dos tweets.

Estive c/presidente Temer que reafirmou as investigações da operação Lava-Jato. Não há mínima chance de interferências do governo operação.

— Romero Jucá (@romerojuca) May 23, 2016

Sempre falei que temos que estancar a sangria da economia e do desemprego.

— Romero Jucá (@romerojuca) May 23, 2016

Ninguém em sã consciência pode achar que pode haver tentativa de barrar a lava jato.

— Romero Jucá (@romerojuca) May 23, 2016

Na conversa, o ministro diz que é preciso “estancar sangria”, supostamente se referindo às investigações da operação Lava Jato. Jucá afirma ainda que “as frases da conversa foram pinçadas e colocadas fora do contexto” e que a “sangria” a qual se referia dizia respeito, na verdade, à economia do país.

Há ainda um trecho em que Machadohiy pede apoio para que as ações que tramitam contra ele no STF, em Brasília, não fossem enviadas para a vara do juiz Sérgio Moro, em Curitiba. “Eu acho que a gente precisa articular uma ação política”, disse Jucá em um dos trechos.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *