Últimas

'Limpando' o 7 x 1? Dunga convoca seleção com menos remanescentes de 2014

Contratado com a responsabilidade de renovar o futebol do país, Dunga fez na, última quinta-feira (5), a convocação com o menor número de jogadores que participaram do elenco do maior vexame da história da seleção brasileira – a derrota por 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal da Copa do Mundo de 2014. São apenas quatro remanescentes traumática eliminação.

Apenas Daniel Alves, Luiz Gustavo, Willian e Hulk estavam na derrota do Mineirão e foram convocados para a Copa América do Centenário – em junho, nos Estados Unidos. Dos quatro, apenas os três últimos entraram em campo na fatídica derrota para os alemães.

O número de remanescentes, que oscilava sempre entre 7 e 11 convocados a cada uma das dez listas elaboradas, caiu especialmente pela escolha de Dunga de mesclar a seleção principal com alguns nomes do time olímpico que buscará a medalha inédita na Rio-2016. Ainda assim, a queda agrada a comissão técnica, que nunca escondeu o desejo de tentar passar uma borracha na derrota e evitar qualquer menção ao 7 x 1.

Soma-se a essa explicação da queda o fato de Neymar não está na relação. Presente na Copa de 2014 a e nome certo de Dunga, o jogador foi impedido pelo Barcelona de disputar a Copa América. Mesmo com ele, esta ainda seria a lista com menos nomes daquele Mundial. Liberado apenas para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, o melhor jogador do país não acompanhará a delegação para os Estados Unidos. Ele não chegou a entrar em campo contra a Alemanha por causa da lesão nas costas, mas esteve no elenco.

Além disso, a lista também diminuiu ainda com as saídas de David Luiz, Marcelo, Fernandinho e Oscar. Os dois primeiros, preteridos por questões técnicas e até pessoais – problemas com Dunga -, não ficaram nem entre os 40 jogadores inscritos para a Copa América. Já os dois últimos estiveram na pré-lista, mas perderam espaço.

Com Dunga, Jefferson e Thiago Silva (que estava suspenso no 7 a 1) ainda chegaram a ser convocados, mas logo perderam espaço após darem entrevistas criticando publicamente as atitudes do treinador.

A lista que teve o maior número dos participantes do elenco foi a elaborada para os amistosos contra Costa Rica e Estados Unidos (setembro de 2015), que foram disputados na terra do Tio Sam. Na o total, 11 jogadores da Copa de 2014 foram chamados para aquela ocasião: Jefferson, Daniel Alves, Marcelo, David Luiz, Luiz Gustavo, Fernandinho, Ramires, Oscar, Willian, Neymar e Hulk.

Marcelo foi convocado por causa da baixa de Filipe Luís, e Ramires, Daniel Alves e Oscar foram cortados antes das partidas.

Na primeira convocação após o vexame, para os amistosos contra Colômbia e Equador, e nas Eliminatórias, contra Argentina e Peru, foram dez convocados.

Outro nome que participou do desastre comandado por Luiz Felipe Scolari e teve chance com Dunga foi Maicon. Na primeira ocasião, no entanto, ele teve atitude de indisciplina, chegou atrasado à concentração após um dia de folga, e foi afastado. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *