Últimas

Manifestantes realizam protestos contra o impeachment em todo o Brasil

Grupos contrários ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) realizam protestos em todo o Brasil nesta terça-feira. Os atos ocorrem nos estados de Pernambuco, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e no Distrito Federal. Em Pernambuco, o ato ocorre na BR-101, próximo à fábrica da empresa Vitarella, em Prazeres, na cidade de Jaboatão dos Guararapes.

Em São Paulo, Trabalhadores fazem protestos simultâneos contra o processo impeachment da presidenta Dilma Rousseff em algumas das principais vias da capital paulista. Por volta das 6h, eles interditaram a pista expressa da Marginal Pinheiros, no sentido Castelo Branco. Um grupo de cerca de 60 pessoas caminha na altura da Ponte Laguna, no Brooklin, na zona sul.

Por volta das 6h30, os manifestantes interditaram, nos dois sentidos, a Avenida 23 de Maio, que liga a zona norte à zona sul. na altura do terminal de ônibus Bandeiras. Eles queimam pneus no local. Em outro protesto na grande São Paulo, trabalhadores interditam a Rodovia Hélio Schmidt, que dá acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

No Rio Grande do Sul, manifestantes bloqueiam rodovias próximas à capital Porto Alegre  pontos da BR-116, em Sapucaia do Sul, da ERS-040, em Viamão, e da BR-290, em Eldorado do Sul.

Na Bahia, os protestos acontecem nas rodovias estaduais, em Salvador e trechos da Região Metropolitana do estado, deixando o trânsito lento nestes locais.

No Espírito Santo, as manifestações ocorrem no centro da capital Vitória, em frente ao Palácio Anchieta, e no km 7,9, da BR-262, na cidade de Viana.

Já no Distrito Federal,dezenas de manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) estão bloqueando rodovias que cortam a área nesta manhã. Segundo informações da Polícia Militar, um grupo bloqueia a BR-070, na altura de Águas Lindas, cidade do Entorno do DF. Outro bloqueio ocorre na BR-020, na altura do quilômetro 18, próximo a Planaltina de Goiás.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *