Mesmo sem título no Rio, brasileiros enfim 'estreiam' no Mundial de surfe

Após dois títulos mundiais seguidos, primeiro de Gabriel Medina em 2014 e depois com Adriano de Souza em 2015, o surfe brasileiro chegou para a atual edição do Mundial de surfe em alta. Mas não correspondeu nas três primeiras etapas da temporada, disputadas na Austrália, onde no ano passado a “Brazilian Storm” havia dominado. No Rio de Janeiro, apesar do título do havaiano John John Florence nesta quinta-feira (19), os surfistas tupiniquins finalmente “estrearam” na temporada. A começar pelos campeões mundiais.

Até então fora das dez primeiras posições do ranking mundial, Medina e Mineirinho chegaram até as semifinais no Rio de Janeiro e entraram no top 10 do Circuito Mundial (WCT). Antes em 13º, Adriano pulou para 6º.  E Gabriel passou de 18º para a 9ª colocação. Medina, aliás, abusou dos aéreos no Rio e conseguiu duas notas 10 na competição – uma delas após completar o até então inédito mortal.

Além deles, Filipe Toledo, que brigou até a última etapa no ano passado pelo título mundial, também saltou no ranking. O brasileiro disputara apenas a primeira das três etapas australianas devido a lesão. Assim, chegou ao Rio apenas como 18º, mas já se aproxima do top 10 – está na 14ª posição e a menos de três mil pontos dos dez primeiros.

Para completar o momento de ascensão dos brasileiros na atual edição Mundial de surfe, os “novatos” Ítalo Ferreira e Caio Ibeli pularam uma posição. Ítalo, eleito o “calouro do ano” em 2015, chegou no Rio em 3º e terminou na vice-liderança do ranking, somente atrás do australiano Matt Wilkinson, que ganhou duas das quatros etapas do Mundial até aqui. E Caio Ibeli, que faz sua estreia no WCL, desembarcou na Cidade Maravilhosa em 6º e agora aparece em 5º.

No fim das contas, o Brasil já tem quatro surfistas entre os 10 melhores do ano, com Filipinho aparecendo no retrovisor do top 10. A próxima etapa da Liga Mundial de Surfe (WSL) acontece em Fiji, na Oceania, entre 5 e 17 de junho.

Ranking dos brasileiros antes do Rio

Ítalo Ferreira – 3º

Caio Ibeli – 6º

Adriano de Souza – 13º

Gabriel Medina – 18º

Filipe Toledo – 18º

Ranking dos brasileiros após o Rio

Ítalo Ferreira – 2º

Caio Ibeli – 5º

Adriano de Souza – 6º

Gabriel Medina – 9º

Filipe Toledo – 14º

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *